Fisiopatologia da aterosclerose

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2887 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Fisiopatologia e aspectos inflamatórios da aterosclerose

ARTIGO DE REVISÃO

Gottlieb MGV, Bonardi G, Moriguchi EH

Fisiopatologia e aspectos inflamatórios da aterosclerose
Physiopathology and inflammatory aspects of atherosclerosis
MARIA G.V. GOTTLIEB GISLAINE BONARDI EMÍLO H. MORIGUCHI

RESUMO Objetivo: Apresentar e avaliar o que tem se descoberto recentemente sobre a fisiopatologia,epidemiologia e aspectos inflamatórios envolvidos na aterosclerose dentro de uma perspectiva multidisciplinar. Fonte de dados: Foram realizadas compilações bibliográficas sobre artigos científicos originais e de revisão em revistas indexadas no MEDLINE no período de 1970 ao atual que envolvesse assuntos relacionados à aterosclerose. Síntese de dados: A revisão sugere que a aterosclerose é umadoença multifatorial com forte componente genético, ambiental e de resposta inflamatória, associada ao envelhecimento. No entanto, ainda a sua etiologia não está completamente esclarecida. Conclusão: O entendimento da biologia básica da inflamação na aterosclerose proporcionaria um melhor suporte clínico que poderia alterar o caminho da prática da medicina preventiva e propiciar benefícios para asaúde pública.
UNITERMOS: ARTERIOSCLEROSE/fisiopatologia; ARTERIOSCLEROSE/epidemiologia; INFLAMAÇÃO; ENVELHECIMENTO.

ABSTRACT Objective: To present and evaluate that have discovery recentely about physiopathology, epidemilogy and inflammatory aspects involved in atherosclerosis into multidisciplinary perpective. Source of dates: Bibliographical compilations were accomplished on originalarticles and revisions published in journals indexed in MEDLINE among 1970 to present that involved related subjects to atherosclerosis. Synthesis of dates: The revision of suggest that the atherosclerosis is a multifactorial disease with strong genetic component, environmental and inflammatory response ageing-related. However, its etyology still is not completely explained. Conclusion: Theunderstanding of basic biology of the inflammation in atherosclerosis would provide a better clinical support that could alter the way of preventive medicine practice and provide benefice to public health.
KEY WORDS: ARTERIOSCLEROSIS/physiopathology; ARTERIOSCLEROSIS/epidemiology; INFLAMMATION; AGING.

* Bióloga. Mestre em Ciências da Saúde. ** Médica Geriatra. Doutoranda do Programa de Pós Graduação emGerontologia Biomédica do Instituto de Geriatria e Gerontologia da PUCRS. *** Médico MD, PhD. Professor do Instituto de Geriatria e Gerontologia da PUCRS. Scientia Medica, Porto Alegre: PUCRS, v. 15, n. 3, jul./set. 2005

203

Fisiopatologia e aspectos inflamatórios da aterosclerose

Gottlieb MGV, Bonardi G, Moriguchi EH

INTRODUÇÃO
A palavra aterosclerose deriva do grego atero, quesignifica caldo ou pasta, e esclerose, que corresponde a endurecimento. A aterosclerose é uma doença multifatorial, lenta e progressiva, resultante de uma série de respostas celulares e moleculares altamente específicas(1). O acúmulo de lípides, células inflamatórias e elementos fibrosos, que se depositam na parede das artérias, são os responsáveis pela formação de placas ou estrias gordurosas, eque geralmente ocasionam a obstrução das mesmas(2). Na patogenia da doença aterosclerótica, um conjunto de fatores de risco clássicos e emergentes têm sido correlacionados (Quadro 1)(1). Contudo, as lipoproteínas, principalmente as lipoproteínas de baixa densidade (LDL-c) têm ocupado um papel de destaque na etiologia da doença aterosclerótica, ainda que, muitos indivíduos desenvolvem doençacardiovascular na ausência de anormalidades no perfil das lipoproteínas(2). Embora qualquer artéria possa ser afetada, os principais alvos da doença são a aorta e as artérias coronárias e cerebrais, tendo como principais conseqüências o infarto do miocárdio, a isquemia cerebral e o aneurisma aórtico. Estudos têm sugerido duas fases interdependentes na evolução da doença aterosclerótica(3 ,4). – a fase...
tracking img