Fisica geral

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1677 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1 - Uma móvel parte da origem do eixo x com velocidade constante igual a 3m/s. No instante t=6s o móvel sofre uma aceleração a= -4m/s2.
A equação horária, a partir do instante t=6s, será?
 
De t=0 até t=6s temos um MRU.
Logo a equação horária é:

A posição em t=6s será

Daí pra frente temos um  MRUV:

2 - Um móvel se desloca segundo a equação , sendo x o deslocamento em metros e t otempo em segundos. Nessas condições podemos afirmar a diferença entre sua aceleração para t = 1s e para t = 5s é?

Logo, percebe-se que é uma equação de segundo grau, o que caracteriza um MRUV, logo a aceleração é CONSTANTE.
Tendo:

Derivando uma vez, chegamos a equação da VELOCIDADE:
e comparando com a equação base do MRUV:

Derivando mais uma vez, obtemos a ACELERAÇÃO:

Não existediferença entre a aceleração em  t = 1s e t = 5s, pois ela é CONSTANTE.

3 - Um automóvel viaja a 30km/h durante 1h, em seguida, a 60km/h durante 1/2h. Qual foi a velocidade média no percurso?

No percurso todo:
Vm = (30+30)/(1+0,5) = 60/1,5 = 40km/h

4 - Duas cidades A e B, distam 200km entre si. Simultaneamente, um carro parte de A para B a 60km/h, e outro de B para A com rapidez de  40km/h,seguindo pela mesma estrada.
a) Depois de quanto tempo irão se encontrar?
b) A que distância de A lês se encontrarão?
A seguir duas formas de resolver o problema.
1) Por rapidez relativa:
Carro A:

Carro B:
 (o sinal negativo indica um sentido de movimento oposto ao do carro A)
Como os movimentos possuem a mesma direção e sentidos opostos, a rapidez relativa será:

Trata-se de um MRU, poisnão há nada que indique variação na rapidez (módulo da velocidade), logo:

O carro A terá percorrido:

2)
Usando a equação horária da posição do MU:

Para o carro A:

Para o carro B:

No momento do encontro:

A posição do carro A no momento do encontro será:

5 - Em um prédio de 20 andares (além do térreo) o elevador leva 36s para ir do térreo ao 20º andar.Uma pessoa no andar xchama o elevador,que está inicialmente no térreo,e 39,6s após a chamada a pessoa atinge o andar térreo.Se não houve paradas intermediárias,e os tempos de abertura e fechamento da porta do elevador e de entrada e ´saída do passageiro são desprezíveis,podemos dizer que o andar x é o
Podemos perceber que:
Térreo:  x =0 
1º andar = x=1
2º Andar x= 2
20º Andar = x=20
“Se” a rapidez do elevador forconstante (não é feita nenhuma menção a isso no problema), temos um MRU, logo a rapidez do elevador será:

Se o elevador movimentou-se exclusivamente para atender a essa pessoa, teremos que o intervalo de tempo de subida e de descida deve ser igual (supondo rapidez constante), então temos:

O número de andares percorridos do térreo até o andar da pessoa será:
5/9 x 19,8 = 11

6 -Percorrendo-se uma distância "d" a 30km/h gasta-se 2 h menos do que se percorresse a 12km/h. Qual o valor de "d"?
1º caso:
d = 30.(t – 2)
2º caso
d = 12.t
Podemos igualar as duas expressões:
30.(t – 2) = 12t
Basta isolar “t” e substituir em uma das equações anteriores.
30t – 60 = 12t
30t – 12t = 60
18t = 60
t = 60/18 = 10/3h
Logo,
d = 12.t è d = 12 x 10/3 = 40km

7 - Uma pessoa anda com umavelocidade constante de 2m/s durante 20 minutos em uma linha reta. Em seguida retorna, correndo, pela mesma trajetória anterior, durante 3 minutos com velocidade constante de 6m/s. A rapidez  média da pessoa e a velocidade média, em m/s, durante estes 23 minutos foi de aproximadamente:

8 - Um móvel percorre a distância em linha reta entre duas cidades em duas etapas. Na primeira etapa ele percorrecom uma rapidez  e na segunda etapa com uma rapidez . Determine a rapidez média supondo que as duas etapas possuem o mesmo comprimento
A rapidez média na viagem entre as duas cidades é dada por:

Pode-se afirmar que
 è 
 è 
èè
a)
Chamando de “” a distância em cada metade da viagem

então
   è   
    è  
  è  

è 

9 -Um trem de 400m de comprimento com velocidade de 20m/s para...
tracking img