Fim do imperio romano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1183 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Império Romano

Para explicar o fim do Império Romano foram defendidas teses extremadas como a de A. Pignol para quem “Roma foi assassinada” e a deF. Lot para quem “Roma morreu de morte natural”. Essas são teses antagônicas. Para Pignol os bárbaros destruíram Roma que estava se recuperando das sucessivas crises. Já para Lot Roma estava tão decadente que poucos perceberam o seu fim.
Ahistoriografia é a escrita da história, e como em outras formas de conhecimento da realidade, está sempre se constituindo o conhecimento que ela produz, nunca é perfeito ou acabado.
O passado histórico não deve ser apresentado de maneira única, como uma verdade absoluta, o historiador não é homem neutro, imparcial e isolado de sua época. O mundo de hoje contagia de alguma maneira o trabalho dohistoriador, refletindo-se na reconstrução que ele elabora do passado, e para ampliar incessantemente a compreensão da realidade, no sentido de aprendê-la na sua inteireza é utilizado a filosofia.
No Alto Império por volta do seculo l a.c a lll d.c, Roma atingiu seu apogeu, com as riquezas geradas pelas conquistas permitiram aos imperadores romanos realizar inúmeras obras publicas. O bom administradorOtávio Augusto se orgulhava de ter encontrado uma cidade de tijolos e tê-la vestido de mármore. Os símbolos visíveis do poder de Roma eram as arenas gigantescas, portos, estradas, esgotos, aquedutos entre outros.
”Pão e Circo” se tornou a marca da relação dos imperadores com a plebe empobrecida. A distribuição de cereais gratuitos, assim como os populares combates de gladiadores e, para tornarainda mais fácil a frequência a tais espetáculos, 159 dias eram feriados, 93 desses dias eram dedicados aos jogos, e ainda havia para passar o tempo as bibliotecas e os edifícios públicos para o banho, que era um ritual que evidenciava a adoração do corpo. Mas tudo isso com um propósito, deixar o povo entretido para que não se revoltassem já que a maioria vivia na pobreza.
O Império era umambiente cosmopolita, em que culturalmente as características regionais iam sendo absorvidas e fundidas, criando uma sociedade aberta e diversificada. Tendências diferentes e muitas vezes divergentes coexistiam até num mesmo monumento, diante disso a arte romana não revela um estilo coerente, aliás boa parte das obras de arte romana não eram assinada e seus autores podiam ter vindo de todas as partes doImpério. Essa romanidade se estendeu pelo ocidente e oriente, por meio da difusão do latim, da criação de cidades e do direito. Até regiões não alcançadas pelo helenismo, foram trazidas para a órbita da civilização romana. As barreiras entre os italianos e os habitantes das províncias iam sendo rompidas a medida que esses povos dominados alcançavam postos na administração imperial e no exercito,chegando até a imperadores.
O imperador Caracala, que era gaulês, assinou um edito, concedendo cidadania a quase todos os homens livres.
A estabilização das fronteiras ficou conhecida como pax romana, mas nesse período os soldados defenderam-se das incursões germânicas, orientais e rebeliões internas.
Mas a paz romana nada mais foi que uma “paz armada”, o maior símbolo do apogeu jácarregava em seu interior sinais de decadência. Com o fim das conquistas, acarretou o fim do suprimento de escravos, cujo preço subiu assustadoramente.
Os romanos não se propunham aos trabalhos manuais, e não se preocupavam em desenvolver técnicas que suprissem o declínio no número de escravos, resultando na queda de produção, no aumento da inflação e na diminuição na arrecadação de impostos.
Acrise do estado e a instabilidade política atingiu o exercito que era o principal responsável pelo apogeu do Império, com essa fragilidade os bárbaros tiveram a oportunidade de saquear e incorporar territórios.
Para obter fundos e suprimentos para o exercito os imperadores impunham pesados tributos e trabalhos forçados ao povo, que chegou ao ponto de aceitar produtos como pagamento dos tributos....
tracking img