Filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1001 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
No livro as meditações, Descartes relata seus estudos a cerca do mundo e suas dúvidas. A terceira meditação ele fala sobre a existência Deus e como ele chegou a essa conclusão.

Até chegar a prova da existência de Deus, Descartes diz como chegar até ela, primeiro entendendo o mundo das ideias.

Devemos conhecer primeiro a nós mesmo, o nosso interior, devemos entrar em contato consigo mesmo,todas as formas de pensar e imaginações encontram-se dentro de mim. Eu sei que existo porque duvido, essa é a prova da minha existência; todas as ideias que eu tenho existem para mim, todas as ideias são verdadeiras, só ocorre o julgamento de afirmação ou negação quando acrescentamos algum juízo a ela. Porém, não posso afirmar que as ideias que não conheço ou que não são minhas sejam falsas.Quando se tem uma ideia e acreditasse nela e com o tempo acaba gerando dúvida sobre sua veracidade, Descartes afirma que quando temos essa dúvida de uma coisa que antes acreditávamos é porque existe um Deus que nos dá uma natureza duvidosa, mas podemos dizer que esse Deus também pode ser enganador, pois, como não se tem conhecimento sobre essas verdades, não saberíamos se estamos sendo enganadosou não por outro ser que tem um conhecimento acima do nosso. Algumas ideias parecem ter vindo conosco desde o nascimento, outras adquiridas com o tempo, outras vindas de fora do meu ser, talvez de uma forma empírica e outras seriam as que nós inventamos com o tempo, porém, nem todas eu consiga distinguir e dizer as suas origens, no caso se eu as criei ou se vieram comigo; podemos imaginar tambémque uma ideia dê origem a outra ideia e assim uma surgindo através da outra, mas terá que existir uma ideia primeira que seja a origem de todas as outras e nela contenha toda a perfeição ou realidade.

Existe duas formas de considerar as ideias, primeiro através dos sentidos, se eu sinto o calor então eu sei que ele existe, eu tenho o conhecimento do sol através do calor porque eu sinto então seique ele existe, é uma ideia posso dizer que adquirida. A outra forma não vem através dos sentidos apenas das minhas imaginações, eu imagino mas não necessariamente elas podem existir fora de mim, como nas ideias que tenho através dos sentidos. Descartes diz que essas ideias que tenho através da imaginação são aquelas que Deus coloca na minha mente.

Um dos argumentos de Descartes sobre aexistência de Deus é a do principio da causalidade. Podemos entender Deus como uma substância eterna, infinita, imutável, independente, onisciente, perfeita, e ele é a causa da minha existência e de todas as coisas que existem.

A ideia de Deus é tão grande que eu não poderia cria-la dentro de mim, mesmo que eu seja também uma substância e tenha a ideia de Deus dentro de mim ela é grande e perfeitapara um ser limitado, essa ideia só poderia ter sido colocada em mim. Descartes nos diz que eu sendo um ser finito não poderia ter ideia do que é o infinito se não por um ser (no caso Deus) que fosse infinito.

Se tenho a ideia de finito foi porque foi primeiro posta em mim a ideia de infinito, sendo assim tenho primeiro a ideia de Deus dentro de mim do que de mim mesmo, se eu não sei o que éperfeito não poderia ter conhecimento do que é imperfeito. Não poderia ter nenhum conhecimento das coisas dentro de mim sem antes eu tivesse um ser mais do que perfeito dentro de mim, só assim para nos podermos ter ideias das coisas e podermos fazer os julgamentos de afirmação ou negação dentro de mim.

Esse é o primeiro argumento de Descartes em relação a existência de Deus, o da causalidade,se tenho essa ideia de Deus dentro de mim e que eu não poderia ter criada por ser além das minhas condições, é porque existe um ser além de mim que colocou em mim essa ideia, no caso seria Deus.

Acredito que o que Descartes quer nos dizer é que não podemos negar a existência de Deus pois estaríamos negando nossa própria existência, se Deus não existisse não teríamos como explicar todos os...
tracking img