Filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1287 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Desenvolvimento

Reconhecer a importância da literatura infantil e incentivar a formação do hábito de leitura na idade em que todos os hábitos se formam, isto é, na infância, é dever de todos, principalmente do professor, pois ela é um caminho que leva a criança a desenvolver a imaginação, emoções e sentimentos de forma prazerosa e significativa. Crianças que têmprofessores leitores como exemplo e parceiros de leitura, sentem prazer em ler e não considera a leitura uma obrigação. Portanto, a chave para o sucesso da leitura está na presença dos pais, em desde muito cedo lerem ou contarem histórias para seus filhos, professores que os estimulem desde os primeiros anos da vida escolar, já na educação infantil. Desse modo, a criança pensará na leitura como algoprazeroso a ser cultivado durante toda a vida. Diante disso, a escola busca conhecer e desenvolver na criança as competências da leitura e da escrita e como a literatura infantil pode influenciar de maneira positiva neste processo.
O que se percebe é que a literatura, bem como toda a cultura criadora e questionadora, não está sendo explorada como deve nasescolas e isto ocorre em grande parte, pela pouca informação dos professores. A formação acadêmica, infelizmente não dá ênfase à leitura e esta é uma situação contraditória.
Existem dois fatores que contribuem para que a criança desperte o gosto pela leitura: curiosidade e exemplo. Neste sentido, o livro deveria ter a mesma importância que tem a televisão dentro do lar.Os pais deveriam ler mais para os filhos e para si próprios, e a escola desenvolver na criança o hábito de ler por prazer, não por obrigação. O ideal é conscientizar pais e professores sobre a importância de desenvolver o hábito da leitura nos primeiros anos de vida da criança. Assim, é indispensável uma ação que estimule o envolvimento de todos, sendo para isso, necessário um trabalho contínuo,que prepare inicialmente os professores. Sabe-se através de estudos que um professor só poderá formar bons leitores, se ele próprio for um leitor competente. O aluno será um bom leitor se ver a leitura com prazer. Assim, a leitura poderá ser um hábito saudável, capaz de formar cidadãos conscientes, competentes, com sensibilidade e imaginação. O ser humano inicia a sua aprendizagem a partir domomento em que nasce. Nos primeiros contatos com o ambiente que o rodeia, com a mãe, com o meio familiar e, mais tarde, com o ambiente escolar e social, estabelece-se uma inter-relação que se vai aprofundando e modificando, de acordo com o próprio desenvolvimento. Nessa inter- relação atua a criança e o adulto, que “ensina”. A linguagem é muito importante em todo o processo de desenvolvimento dacriança, uma vez que vai ser o suporte de todas as aprendizagens e aquisições. Daí a criança ser capaz de comunicar, recorrendo a todo o tipo de linguagem oral, escrita, corporal e gestual. A aquisição da linguagem pela criança processa-se de forma natural e espontânea, basta que seja exposta à língua da comunidade a que pertence, isto é, que ouça falar à sua volta e que falem. A linguagemadquire-se e desenvolve-se através do uso, do ouvir falar falando. Esta aquisição processa-se em várias fases e é condicionada por diversas influências. A linguagem vai progredindo e aperfeiçoando-se, à medida que são vencidas as várias fases, mas esta evolução necessita da intervenção do adulto, quer seja da família ou do professor. As alterações da linguagem podem surgir em qualquer uma das etapas epodem ser devidas a deficiências congénitas, mas também a fatores de ordem sócio- cultural e sócio - económico do meio de onde provêm os alunos. As dificuldades que algumas crianças apresentam no início da vida escolar manifestam-se nas matérias fundamentais, a leitura e a escrita, tendo como consequência dificuldades noutras áreas de aprendizagem traduzindo-se em fraco rendimento escolar....
tracking img