Filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 61 (15218 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS I
1.0.GESTÃO DE PESSOAS – EVOLUÇÃO E ESTÁGIO ATUAL – UMA INTRODUÇÃO
De acordo com o dicionário de administração, gestão pode ser entendida pela definição de administração, ou seja, “conjunto de esforços que tem por objetivo: planejar, organizar; dirigir ou liderar; coordenar e controlar as atividades de um grupo de indivíduos que se associam para atingir umresultado comum” (LACOMBE, 2004), mas sempre considerando as variáveis empresarial, ambiental e interativa. Empresarial no sentido de que o gestor, qualquer que seja a área que atenda, deve pensar na empresa, na organização como um todo. Se produz ou comercializa, o gestor deve tratar a sua ação como se estivesse na ponta da organização, próximo ao consumidor ou cliente. Não é mais possível umgestor declarar em alto e bom som: “Não vendo nada. Vender é problema da área comercial; eu sou da área x. ambiental”, porque o mundo mudou.
Histórico
Evolução significa colocar você “dentro” de nossa temática desde os primeiros momentos de relevância histórica. E, consideramos trazer a evolução da área de pessoas até os nossos dias.
No século XX a administração de pessoal, como ficouconhecida após 1930, tinha como funções básicas o recrutamento e a seleção de pessoas, que eram desenvolvidas quase que ao mesmo tempo. As pessoas procuravam emprego; havendo vaga, o candidato era “aprovado” imediatamente e assinava o “contrato de trabalho’ que era, na verdade o chamado Livro de Escrita do Pessoal, onde uma outra pessoa, a partir do ingresso na empresa, fazia a contabilidade dos saláriosdevidos. Quem comandava o trabalho de uma era o encarregado de pessoal (feitor era o rótulo). A contabilidade era feita com base em “Fichas de Pôr o Nome”, que tinham a vantagem de ser facilmente atiradas no lixo quando a pessoa saísse da empresa.
Podemos considerar que a atual gestão de pessoas se manteve em crescimento (quase 30 decretos foram expedidos regulando a relação capital/emprego)no que diz respeito a medidas trabalhistas até início dos anos 40. Em 1° de maio de 1943, tivemos a assinatura do Decreto-Lei n° 5.452, que resultou na Consolidação das Leis Trabalho. Em seu art. 1°, o decreto-lei constituiu as normas que regulavam as relações individuais e coletivas de trabalho, nela previstas. A consolidação, na realidade, veio subsidiar os outros chamados departamentos depessoal ( ou de relações trabalhistas ou, ainda, de relações industriais), que eram chefiados, não importando a nomenclatura da unidade, por um chefe de pessoal.
Nesse período, tais departamentos cuidavam, basicamente, do que se convencionou chamar de rotinas trabalhistas, que consistiam na obediência à legislação trabalhista, enquanto as tarefas administrativas estavam direcionadas a recrutamento,seleção, treinamento, admissão, demissão e folha de pagamento. É certo que as empresas tinham de ter cuidados, pois havia uma legislação e a admissão, a evolução da pessoa na empresa e a demissão, quando era o caso, passaram a ter rotinas que exigiam recrutamento, seleção e acompanhamento adequados. São exemplos; a figura da indenização trabalhista, que passara a existir acompanhada deprocedimentos muito conhecidos entre nós como o aviso prévio, as férias estabelecidas e um incipiente sistema previdenciário que atingiu as empresas sob a forma de impostos.
Os processos de admissão e demissão eram conduzidos pelas chefias de pessoal, a importância legal de que se revestia a contratação ou, muito mais importante, dados os procedimentos de desligamento. De qualquer maneira, o controlelegal-trabalhista exigia da chefia um profundo conhecimento, daí o fato de as chefias de pessoal serem ocupadas por advogados ou bacharéis em Direito, e sabemos que esse ramo do saber ocupou maciçamente a chefia dos departamentos de pessoal até o final da década de 70.
Vale dizer que os departamentos de pessoal funcionavam muito bem e atendiam com competência as exigências para funcionamento da...
tracking img