Filosofia geral 30

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2181 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
01- Ao perguntar-se acerca das condições em que vive a filosofia em nosso tempo, Olgaria Matos afirma:
A tendência atual à dissolução do plano político no econômico, o fetichismo do número e a determinação de todas as esferas da vida pelo mercado excluem o pensamento autônomo. Trata-se de interrogar o porquê de o homem renunciar à sua autonomia, lutando pela servidão como se esta fosse aliberdade.
(MATOS, Olgaria. Filosofia e suas discretas esperanças. In: CATANI, Denise, et al. (Org.) Docência, memória, gênero: estudos sobre formação. São Paulo: Escrituras, 1997. p. 52).
A Servidão Voluntária, segundo La Boétie (1530-1563) citado no texto, existe porque
(A) um povo que obedece o tirano quando vencido e conquistado pela força das armas.
(B) é responsabilidade do próprio povo,pois aceita o jugo da tirania por conveniência e por temer a liberdade, recusando-se a pensar por si próprio.
(C) os homens são presos como que de um encantamento que os estimula a pensar e desejar a liberdade.
(D) resulta da troca feita pelo homem do seu direito à liberdade pelo ideal de posse.
(E) é aceitável somente quando os governantes forem escolhidos pelo povo.

02- Observe a seguinteafirmação: “Todo homem é animal”. É correto afirmar que, para Aristóteles, tal assertiva
I - é uma dedução verdadeira, pois parte de uma premissa também verdadeira;
II - é uma proposição verdadeira;
III - relaciona dois termos, sendo ambos, quanto às categorias, substâncias segundas;
IV - é um raciocínio válido.
Assinale a ÚNICA alternativa que contém as assertivas verdadeiras.(UFU 2003)A) I e IV
B) I e II
C) II e III
D) II e IV
E) I, II, III

03- Em Platão, podemos dizer que a ética é:
I. Conjunto de regras que se deve impor à natureza humana.
II. Caminho a seguir para vir-a-ser.
III. Vida de acordo com o prazer para alcançar o bem.
IV. Felicidade possibilitada pelo mundo sensível.
V. Contemplação do bem, de acordo com a razão, a verdade e a justiçaMarque a opção correta. (UFMA 2003).
a) I e V estão corretas
b) III e IV estão corretas
c) II e V estão corretas
d) I e IV estão corretas
e) I e III estão corretas

04- “Só é possível pensar e dizer que o ente é, pois o ser é, mas o nada não é; sobre isso, eu te peço, reflita, pois esta via de inquérito é a primeira de que te afasto; depois afasta-te daquela outra, aquela em que erramos mortais desprovidos de saber e com dupla cabeça, pois, no peito, a hesitação dirige um pensamento errante: eles se deixam levar surdos e cegos, perplexos, multidão inepta, para quem ser e não ser é considerado o mesmo e não o mesmo, para quem todo o caminho volta sobre si mesmo”.
Parmênides, Sobre a Natureza, 6, 1-9.
Sobre este trecho do poema de Parmênides, é correto afirmar que
I - só sepode pensar e dizer que o ser é.
II - para os mortais o ser é considerado diferente do não ser.
III - é possível dizer o não ser, embora não se possa pensá-lo.
IV - duas vias de inquérito devem ser afastadas: a do não ser e a dos mortais.
Assinale a alternativa que contém todas as afirmações corretas. (UFU 2003)
a) II e III
b) II e IV
c) I e III
d) I e IV
e) III e IV

05-“…Princípio dos seres…ele [Anaximandro] disse (que era) o ilimitado…Pois donde a geração é para os seres, é para onde também a corrupção se gera segundo o necessário ; pois concedem eles mesmos justiça e deferência uns aos outros pela injustiça, segundo a ordenação do tempo.”
Pré-Socráticos. Coleção “Os Pensadores”. São Paulo: Abril Cultural, 1978.
A partir da análise do texto de Anaximandro, écorreto afirmar que a filosofia, em contraposição ao mito, se caracteriza por(UFU 2002)
a) conceber o tempo como um passado imemorial sem relação com o presente.
b) os seres divinos concedem, por alianças ou rompimentos, justiça e deferência uns aos outros.
c) o mundo ser explicado por um processo constante e eterno de geração e corrupção, cujo princípio é o ilimitado.
d) narrar a...
tracking img