Filosofando

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1936 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A semântica das preposições

No intuito de compreendermos melhor sobre o assunto ora em evidência, seguem descritos alguns enunciados linguísticos, analisemo-los:

Constatamos a presença de duas preposições - devidamente demarcadas e idênticas. Mas será que retratam o mesmo significado quando analisadas de forma contextual?

Para que possamos obter uma resposta para tal questionamento,faz-se necessário entendermos acerca de um aspecto bastante pertinente – o fato de uma mesma preposição, quando analisada de acordo com o contexto em que se encontra inserida, apresentar significados distintos.

É exatamente o que ocorreu com os exemplos supracitados, uma vez que se formos analisar as preposições, tendo em vista o valor semântico por elas apresentado, concluiremos:

O sentidoexpresso pelo 1º enunciado é instrumento, do qual os alunos se utilizam para chegar a casa.

O segundo já retrata uma ideia de matéria, ou seja, foi utilizada para a construção dos adornos.

Desta feita, analisemos algumas ocorrências nas quais podemos constatar tal fenômeno linguístico. Eis que são:

- Posse – Estes livros são do antigo professor.

- Causa - Após o terremoto, váriascrianças morreram de desnutrição.

- Matéria – Todos aqueles artefatos são de couro.

- Assunto - Discutimos muito sobre as obras literárias.

- Companhia – Iremos à festa com você.

- Finalidade – Preparamo-nos para os festejos natalinos.

- Instrumento – O garoto feriu-se com a faca.

- Lugar – Curtirei minhas férias em Maceió.

- Origem - Todos os turistas são de BeloHorizonte.

- Tempo - A empresa tem um prazo de 20 dias para a entrega dos pedidos.

- Meio – A publicidade pela Internet implica em bons resultados.

- Conformidade – Fizemos a pesquisa conforme foi solicitado.

- Modo – O resultado do concurso foi aguardado com tamanha ansiedade.

- Oposição – Os eleitores mostraram-se contra a proposta dos candidatos.
MORFOLOGIA
A flexão dos adjetivosUma das características que norteiam esta classe de palavras é justamente a de serem passíveis de flexão, assim como os substantivos. Flexão esta que se refere ao número, gênero e grau que, de igual forma, também se encontra atrelada a regras pré-estabelecidas, levando-se em consideração a forma pela qual se constituem.

Aqui, de forma específica, enfatizaremos acerca de algumas característicasrelacionadas a uma destas flexões – ora representada pelo gênero –, ou seja, o feminino e masculino.
Assim sendo, partindo do princípio de que há algumas considerações a serem ressaltadas, analisemos:

Adjetivos biformes

Possuem uma forma para o gênero feminino e outra para o gênero masculino, estando estas condicionadas a alguns pressupostos, assim elucidados:

a) Os adjetivosterminados em “-o” têm seu feminino constituído pela troca desta terminação, isto é, atribui-se o “a” em detrimento ao “o”.
Exemplos:

lindo – linda
sábio – sábia
estudioso – estudiosa

b) Aqueles terminados em “-ês”, “-or” e “-u”, normalmente se formam pela terminação “-a”.
Exemplos:

francês – francesa
acolhedor – acolhedora

Observação importante:
Há os que são consideradosinvariáveis, representados por:

cortês – hindu – tricolor

c) Os adjetivos terminados em “-ão” recebem as terminações “-ã”, “-ona” e “-oa”, quando transcritos no feminino.
Exemplos:

cristão – cristã
alemão – alemã
brincalhão – brincalhona

d) Os adjetivos constituídos da terminação “-eu”, “-éu” têm seu feminino formado por “-eia” e “-oa”.
Exemplos:

europeu – europeia
plebeu –plebeia

e) Em se tratando dos adjetivos compostos formados por dois adjetivos, apenas o último elemento é que recebe flexão.
Exemplos:

vestido verde-escuro – blusa verde-escura
conflito socioeconômico – situação socioeconômica

Adjetivos uniformes

São aqueles que possuem uma única forma, tanto para o masculino quanto para o feminino.
Exemplos:

copo frágil – taça frágil...
tracking img