Fichamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1284 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Barbier, René.A Pesquisa-Ação/ René Barbier. Tradução de Lucie Didio.-Brasília: Líder Livro Editora,2007- Série Pesquisa v. 3 |

Histórico da Pesquisa-Ação
O período de emergência e de consolidação
(...) Como toda disciplina científica, a pesquisa-ação não nasce espontaneamente. (pág.25)
--------- Penso ainda nas monografias sobre os orçamentos familiares dos operários europeus de Frédéric LePlay, as quais inauguravam os primeiros esboços de uma sociologia qualitativa (...). (pág.26)
(...) Assim, os sociólogos de campo identificam os moradores dotados de liderança na comunidade e formam pessoal qualificado. (pág.27)
-----Cita-se, com muita frequência, a célebre pesquisa de Kurt Lewin (1965) (...), Durante a qual o governo americano havia enviado esforços para tentar convencer asdonas-de-casa americanas a se abastecerem de pedaços de carne de baixo preço(coração de boi, testículos, tripas).(pág.28)
(...) Mas ela permitiu á pesquisa-ação apoiar-se na ação dos grupos e na necessidade de fazer com que as pessoas participem na sua própria mudança de atitude ou de comportamento num sistema interativo. (pág.29)
-------A pesquisa-ação orienta-se para uma participação crescente daspopulações envolvidas. Passa-se de pesquisador a interventor e a agente da mudança com a corrente praxiológica do “planned change”. (pág. 30)
(...) Uma perspectiva axiológica, visando amenizar o sofrimento humano, ao trabalhar as disfunções sociais e ao privilegiar as formas de gestão democrática.(pág.31)
(...) Quando a pesquisa-ação se torna cada vez mais radical, essa mudança resulta de umatransformação de atitude filosófico do pesquisador envolvido com respeito á sua própria relação com o mundo.(pág.32)
------A pesquisa-ação não convém nem aos espíritos formalistas, nem aos estudantes preguiçosos.(pág.33)
------Na Bélgica, os pesquisadores organizam um colóquio sobre as “Metodologias e Práticas da Pesquisa-Ação” em Bruxelas, em dezembro de 1980 (...). (pág.34)

A Nova Pesquisa-Ação e seuQuestionamento Epistemológico
(...) Nossa perspectiva, relativa á pesquisa-ação,sustenta que sua natureza é essencialmente diferente da das ciências sociais usualmente consagradas.(pág.36)
(...) È preciso admitir isto: numerosas pesquisas-ações ainda hoje enveredam pelo mesmo caminho de uma metodologia da ação, nada modificado- no essencial- a ordem dominante da cientificidade.(pág.38)
-----Oestudante analisa os resultados, seguindo o roteiro (...). (pág. 39)
-----Estamos longe de uma pesquisa-ação em conformidade com nossas aspirações (...). (pág. 40)
-----O grupo experimental é constituído como grupo- piloto (...). (pág.41)
(...) Dificilmente diferenciada, no decorrer dos anos, do tipo precedente,essa forma de pesquisa-ação refere-se principalmente á psicanálise freudiana e áKleiniana, tanto do ponto de vista de seus conceitos como de sua metodologia. (pág. 42)
----“o termo ‘experiência’ deve aqui ser entendido não no sentindo da experimentação cientifica, mas no da experiência de vida, que engaja o seu futuro” (...). (pág.43)
-----A psicologia experimental permanece perplexa diante do problema da mudança (...). (pág. 45)
(...) O sujeito da experiência é abstratoenquanto ele for abstratamente considerado nos seus modos de pensar, de sentir, de agir, e socialmente isolado. (pág.47)
-----Mudar é aquilo por meio do qual o reprimido sai de seu ciclo de repetições (...). (pág.48)
(...) Observamos que a pesquisa-ação segue muitas vezes um modelo experimental tradicional do tipo cartesiano. (pág. 49)
----Eles insistem sobre o fato de produzir o conhecimento comsujeitos estudados; de chegar a uma ampliação da noção de controle; de identificar a posição ideológica do pesquisador e de elucida-la na pesquisa; de levar em consideração o meio que ele estuda e o grau de validação dos resultados junto ás pessoas envolvidas (...). (pág.50)
(...) Se por muito tempo o papel da ciência foi descrever, explicar e prever os fenômenos, impondo ao pesquisador ser um...
tracking img