Fichamento - teorias do desenvolvimento - rappaport vol. 1

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1842 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Teorias do desenvolvimento: conceitos fundamentais – v.1 – C.R. Rappaport

Cap. 1 – Introdução

1.1 O que é Psicologia do Desenvolvimento
* Representa uma abordagem para a compreensão da criança e do adolescente, através da descrição e exploração das mudanças psicológicas que as crianças sofrem no decorrer do tempo;
* Acontecimentos na infância distúrbios na vida adulta (Freud)
*Primeiros anos de vida estruturação da personalidade (Freud)
* Psicologia infantil objetivos: observar e descrever os fenômenos; explicar os fenômenos e; descrever e explicar o processo de desenvolvimento da personalidade.
* Psicólogo do desenvolvimento compreensão: do processo normal de desenvolvimento; dos possíveis desvios, desajustes e distúrbios.
* Falhas: Nova ciência;métodos de pesquisa
* Influência do adulto sobre a criança
* Influência da criança sobre o adulto
* Coleta e interpretação de dados confiáveis
* Progresso na área de pesquisas
* Crítica constante sobre a metodologia utilizada

Cap. 2 – Modelo psicanalítico (Wagner R. Fiori)

2.1 Freud e a Psicanálise – o trabalho inicial
* Século XX – descoberta do inconsciente como etapasignificativa da busca que o homem realiza à procura de si mesmo
* Joseph Breuer contribuição para a Teoria Psicanalítica
* Charcot hipnose
* Os fenômenos histéricos e a hipnose constituíam um mesmo processo
* A teoria específica de Charcot não teve utilidade para a psicanálise, mas as correlações entre processos sugestivos e sintomas de doenças mentais constituirão uma base para opensamento de Freud
* Liebaut e Bernheim sugestão pós-hipnótica: existem processos inconscientes, subjacentes e determinantes sobre a consciência.
* Permitiu que Freud abandonasse a hipnose e permitir que o paciente sozinho buscasse os eventos traumáticos reprimidos
* Trabalhos de Breuer com Ana O. 1º caso clínico psicanalítico
* Método catártico: método de eliminar os sintomas com aretomada de recordações traumáticas passadas. “A cura pela fala”.
* Ruptura de Breuer com Freud com a teoria da sexualidade infantil de Freud

2.2 Consciente e inconsciente – o modelo topológico
* Três grandes feridas no narcisismo do homem
* Copérnico: tirar a Terra no centro do universo;
* Darwin: tira o homem da pretensão de ser filho de Deus
* Freud: descoberta doinconsciente; tira do homem o domínio sobre sua própria vontade
* O inconsciente determina as ações do sujeito, sem que este o perceba
* Em relação a hipnose, quando o paciente se sente ameaçado, não só se recusa a cumprir as ordens, como torna-se particularmente resistente ao procedimento
* Nesta época, a medicina adotava em geral duas atitudes diante da histeria: ou a ignorava, tratando ossintomas como mero fingimento consciente, ou tentava curá-la por alterações na posição do útero, ou por extração do clitóris.
* Estudos sobre a histeria estabelecem a existência do inconsciente, paralelo ao consciente, mas que pode ser dominante a este

2.3 Resistência e repressão
* Bernheim com insistência, o paciente conseguia relembrar
* Resistência: uma força que se opõe àpercepção consciente de eventos traumáticos que trariam dor e sofrimento ao indivíduo
* Repressão: força que se mobiliza para que o indivíduo não seja ferido em seus ideais éticos e estéticos, que tira da consciência a percepção de acontecimentos cuja dor o indivíduo não poderia suportar. É consequência lógica da resistência (autoproteção)
* O trauma reprimido estará permanentemente tentandoocupar a consiência. A resistência o impedirá, mas, como consequência da luta, teremos a formação dos sintomas neuróticos.

2.4 As estruturas dinâmicas da personalidade

2.4.1 O Id
* É o reservatório de energia do indivíduo; de energia psíquica
* É constituído pelo conjunto de impulsos instintivos inatos, que motivam as relações do indivíduo com o mundo
* Incorporação: alvo do...
tracking img