Fichamento teoria do conhecimento de moser, mouder, trout, cap. 3 crença

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (365 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FICHAMENTO [1]



MOSER, Paul K., MOUDER, Dwayne H. e TROUT, J.D. A teoria do conhecimento: uma introdução temática. Tradução Marcelo Brandão Cipolla. São Paulo: Martins Fontes. 2004.

Capítulo3 – Crença

1. A crença é uma condição necessária para o conhecimento... (p.47)

2. Uma crença, ... é sempre uma crença em um determinado estado de coisas... é intencional... tem significado. (p.48)

3. (...) o nome que os filósofos dão a estados psicológicos como a crença, o desejo, a esperança e o medo – é totalmente especificada por dois fatores: a relação psicológica e o conteúdopropositivo. (p. 48)

4. O que torna esses estados diferentes entre si não é a atitude propositiva, mas mim o conteúdo propositivo de cada um deles, as proposições às quais a atitude (no caso, a crença)se refere. (p. 49)

5. (...) filósofos e psicólogos passaram a estudar a crença em diversos de seus papéis cognitivos: na forma de atitudes, na indução, na sua contribuição para os desvioscognitivos e num sem número de processos psicológicos (...) as crenças são estados que contêm informações, estados de um tipo especial. O tipo de informação contida nas crenças depende, pelo menos em parte, domodo pelo qual essas crenças representam o mundo. Se uma crença representa o mundo incorretamente – se o representa mal – a crença é falsa. Se, por outro lado, ela representa o mundo corretamente, éverdadeira ou factual... nem todos os estados mentais são crenças (...) A representação é um elemento indispensável da nossa vida mental. (p. 50).

6. Nossas experiências não propositivas podemparecer diferentes das crenças típicas pelo fato de serem “incorrigíveis”, para usar o termo proposto por certos filósofos: evidentemente, não podemos cometer engano algum a respeito de seus conteúdos. Atese da incorrigibilidade, porém, só é correta na medida em que não haja nenhum juízo envolvido com os objetos dessas experiências. (p. 50).

7. As crenças são intrinsecamente propositivas, pois...
tracking img