Fichamento criminologia (149 p. – 414 p.)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2818 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FICHAMENTO DO LIVRO: CRIMINOLOGIA
de Sérgio Salomão Shecaira

SHECAIRA, Sérgio Salomão. Criminologia. 3. Ed. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2011. Segunda Parte (149 p. – 414 p.)

“Podemos agrupar duas visões principais da macrossociologia que influenciaram o pensamento criminológico. À primeira visão, de corte funcionalista, mas também denominada de teorias da integração, damoso nome mais amplo de teorias do consenso. A segunda visão, argumentativa, pode-se intitular, genericamente, de teorias do conflito. A escola de Chicago, a teoria da associação diferencial, a teoria da anomia e a teoria da subcultura delinquente podem ser consideradas teorias do consenso. Já as teorias do labelling (interacionista) e crítica partem de visões conflitivas da realidade.” (p. 150)“Para a perspectiva das teorias consensuais a finalidade da sociedade é atingida quando há um perfeito funcionamento das suas instituições de forma que os indivíduos compartilham os objetos comuns a todos os cidadãos, aceitando regras vigentes e compartilhando as regras sociais dominantes.” (p. 150)
“Para a teoria do conflito, no entanto, a coesão e a ordem na sociedade são fundadas na força e nacoerção, na dominação por alguns e sujeição dos outros; ignora-se a existência de acordos em torno de valores de que depende o próprio estabelecimento da força.” (p. 150)
“As teorias do consenso têm como base um certo número de premissas: “toda sociedade é uma estrutura de elementos bem integrada; todo elemento em uma sociedade tem uma função, isto é, contribui para sua manutenção como sistema;toda estrutura social em funcionamento é baseada em um consenso entre seus membros sobre valores.” (p. 151)
“Na mesma linha de argumentação, Dahrendorf elenca as premissas das chamadas teorias de conflito: “toda a sociedade está, a cada momento, sujeita a processos de mudança; a mudança social é ubíqua; toda sociedade exibe a cada momento dissenção e conflito e conflito social é ubíquo; todoelemento em uma sociedade contribui de certa forma para a sua desintegração e mudança, toda sociedade é baseada na coerção de alguns de seus membros por outros.” (p. 151)
“Dentre os diferentes perfis criminológicos hoje conhecidos, avulta aquele decorrente de uma perspectiva predominantemente sociológica em oposição ao pensamento biopsicológico da escola positiva italiana. Para Lombroso, o mundocircundante era motivo desencadeador de uma predisposição inata, própria do sujeito em referência. Ele não negava fatores exógenos, apenas afirmava que estes só serviam como desencadeadores dos fatores clínicos.” (p.154)
“Embora o pensamento ecológico estivesse centrado na universidade de Chicago, seus estudos influenciaram inúmeros outros pesquisadores americanos que passaram a examinar problemasrelacionados ao crescimento das cidades.” (p. 158)
“No Brasil, sob influência desses autores, temos importante coletânea de textos, organizada pelo Prof. Donald Pierson, intitulada Estudos de ecologia humana: leituras de sociologia e antropologia social, publicada em 1948 pela Livraria Martins Editora, em que são trazidos trabalhos dos principais autores da escola de Chicago. O livro estádividido em quatro partes com destaque para o estudo do campo da ecologia humana; a comunidade: objeto central do estudo ecologico; alguns conceitos e preocessos ecológicos; algumas pesquisas ecológicas.” (p. 159)
“Assim, necessário se fez conhecer as condições a que estavam submetidos os espaços territoriais urbanos e as pessoas que lá viviam. Para isso criou-se um índice, chamado nota econômica, emque foram utilizados diversos indicadores como: porcentagem de chefes de família sem rendimentos; porcentagem de chefes de família com rendimentos acima de 20 salários mínimos; porcentagem de chefes de família com 1 a 3 anos de estudo; porcentagem de chefes de família com mais de 15 anos de estudo; número de pessoas por domicílio; número de pessoas por banheiro; acesso precário à rede de...
tracking img