Fichamento conselho cetico de houdini

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (383 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FICHAMENTO

Michael Shermer. Conselho Cético de Houdini. Site www.scientificamerican.com em fevereiro de 2011.
Michael Shermer, Ph.D. Claremont Graduate School: 1991 History of Science(Dissertation: Alfred Russel Wallace and the Evolution of Man . Ann Arbor, MI: UMI Dissertation Information Service) Claremont Graduate School: 1991 História da Ciência (Dissertação: Russel Wallace e da evoluçãodo homem. Alfred Ann Arbor, MI: UMI Serviço de Dissertação), MA California State University, Fullerton: 1978 Experimental PsychologyMA California State University, Fullerton: 1978 PsicologiaExperimental, BA Pepperdine University: 1976 Psychology/BiologyUniversidade Pepperdine BA: 1976 Psicologia / Biologia.

[pic]

O artigo apresenta como exemplo Sir Arthur Conan Doyle, autor dashistórias de Sherlock Holmes, em 1922 Conan Doyle visitou Harry Houdini, maior mágico de sua época, em sua casa em Nova York, onde o mágico preparou uma encenação para demonstrar a escrita mediúnica sobre aardósia, após a apresentação o mesmo não lhe contou como foi feita, porem lhe assegurou que se tratava de puro truque, mesmo assim Conan Doyle continuou acreditando que Houdini tinha poderespsíquicos e conexões espirituais.
O princípio de Houdini que é utilizado como base para o artigo prega que só porque uma coisa é inexplicável, isso não significa que seja paranormal, sobrenatural,extraterrestre ou conspiratória. Antes de afirmar que algo não é desse mundo, certifique-se primeiro de que não pertence a este mundo, uma vez que a ciência se fundamenta no naturalismo e não nosobrenaturalismo, paranormalidade ou quaisquer outras explicações desnecessariamente complicadas.

[pic]

Tema: Antes de afirmar que algo não é desse mundo, certifique-se primeiro de que não pertence a estemundo

Tese: Incredulidade pessoal (“porque não consigo imaginar uma explicação natural, não pode haver uma”)
Argumento: esse tipo de falsa racionalidade surge com tanta freqüência com...
tracking img