Festas carnavalescas: o exemplo do carnaval de olinda-pe

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4587 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE
DEPARTAMENTO DE GESTÃO SERVIÇO E COMÉRCIO - DAGESC
CURSO GESTÃO DESPORTIVA E DE LAZER
DISCIPLINA: FESTA E LUDICIDADE
DOCENTE: MARIA ISABEL DANTAS

Hermana Rebouças
Natália Oliveira
Nayara Lima

FESTAS CARNAVALESCAS: O EXEMPLO DO CARNAVAL DE OLINDA-PE

NATAL - RN
2011

Aspectos Históricos
“As festas populares, carnaval e outros momentos deefervescência são espaços de
invenção, no sentido de ‘fazer vir, encontrar [...] aquilo que existe’, seu caráter de espetáculo
assegurando ‘uma função de comunhão’.” (MAFFESOLI, 1987 apud PEREZ, 2002, p. 50)
Com relação às festas carnavalescas, estas possuem diferentes histórias e origens.
Segundo Amaral (2006) “são mais antigas do que a religião cristã e incorporaram muitos
símbolos esignificados ao longo da história dos povos”.
No livro “Carnaval” o autor, Araújo (2000), afirma que a origem dessas festas não tem
como ser precisamente estabelecida, entretanto, acredita que deve estar relacionada aos cultos
agrários, às festas egípcias e, posteriormente ao culto a Dionísio, ritual que ocorria na Grécia,
entre os anos 605 e 527 a.C. É importante ressaltar que desde essa época aspessoas já
comemoravam, através das bebidas, danças e pinturas nos rostos.
O carnaval está associado a Roma Antiga em virtude das celebrações - aos deuses Pã,
Baco e Saturno – lupercais, bacanais e saturnais. Sua origem pode ter se propagado também
pelos colonizadores portugueses, espanhóis, franceses e holandeses para países e continentes
onde diferentes povos o adaptaram às suas própriasculturas. (AMARAL, 2006)
Quanto à origem do termo carnaval Amaral (2006) diz que não se pode afirmar com
certeza, mas existem duas versões mais aceitas quanto ao seu significado. Na primeira a
palavra Carnaval vem de carrus navalis, os carros navais com enormes tonéis de vinho que
durante as Bacanais - festas em honra a Baco - era distribuído ao povo em Roma. Na segunda
versão, a expressão"carnaval" teria origem no latim carnevale, significando “suspensão da
carne”. Quando Gregório I, em 590 d.C. transferiu o início da Quaresma para quarta -feira,
antes do sexto domingo que precede a Páscoa. Ao sétimo domingo, denominado de
"qüinquagésima" deu o título de "dominica ad carne levandas", expressão que teria
sucessivamente se abreviado para "carne levandas", "carne levale", "carnelevamen",
"carneval" e "carnaval", todas variantes de dialetos italianos que significam ação de tirar, quer
dizer: "tirar a carne". Designação do período imediatamente anterior ao jejum de carne por 40
dias, então a terça-feira seria legitimamente a noite do carnaval. (AMARAL, 2006)
A festa carnavalesca surge da implantação, no século XI, da Semana Santa pela Igreja
Católica. Amaral (2006) relataque os cristãos costumavam iniciar as comemorações do
Carnaval na época de Natal, Ano Novo e festa de Reis. Intensificando-as no período que
antecedia a quarta-feira de cinzas, principalmente, no dia anterior que ficou conhecido como
“terça-feira gorda”. No jejum da quaresma, além da suspensão da carne havia,

tradicionalmente, a abstinência de sexo e até mesmo das diversões, como circo,teatro ou
festas.
No que tange ao período do carnaval, é possível dizer que existia uma grande
concentração de festejos populares, onde cada cidade comemorava e atualmente ainda
comemora ao seu modo, ou seja, de acordo com seus costumes. Na Idade Média os jogos e
disfarces prevaleciam nos festejos carnavalescos. Enquanto em Roma predominava corridas
de cavalos, desfiles de carros alegóricos edivertimentos inocentes como a briga de confetes
pelas ruas. (CARDOSO, 2011)
Vale ressaltar que o baile de máscaras foi introduzido no século XV pelo papa Paulo
II, porém só ganhou força e tradição no século seguinte, em virtude do sucesso da Commedia
Dell’Arte. É nessa época que surgem três grandes personagens do Carnaval, a Colombina, o
Pierrô e o Arlequim. No entanto, o carnaval moderno,...
tracking img