Fernando collor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (331 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O Governo Collor foi um período da história política brasileira iniciado com a posse do presidente Fernando Collor de Mello, em 15 de março de 1990, e encerrado em 29 de setembro de 1992, com oimpeachment do presidente. Fernando Collor foi o primeiro presidente eleito pelo povo desde 1960, quando Jânio Quadros venceu a última eleição direta para presidente antes do início do Regime Militar.No desenrolar do governo, o presidente Fernando Collor tomou diversas medidas de caráter antiinflacionário, como mudança de moeda, criação impostos (IOF) e redução de incentivos, aumento de tarifaspúblicas, dentre outras, que ficaram conhecidas por "Plano Collor". Um dos pontos importantes do plano previa o confisco dos depósitos bancários superiores a Cr$ 50.000,00 (cinqüenta mil cruzeiros) por umprazo de dezoito meses visando reduzir a quantidade de moeda em circulação, além de alterações no cálculo da correção monetária e no funcionamento das aplicações financeiras.
Com o tempo oinsucesso da política econômica de Collor e as freqüentes denúncias envolvendo seus auxiliares diretos (incluída a primeira-dama Rosane Malta, presidente da Legião Brasileira de Assistência) redundaram em umdesgaste progressivo de seu governo. Em entrevista à Revista Veja em maio de 1992, Pedro Collor de Mello, irmão do presidente, revelou o esquema de corrupção que envolvia o ex-tesoureiro da campanhaPaulo César Farias, entre outros fatos comprometedores para o presidente. Em meio à forte comoção popular, é instalada uma CPI para apurar a responsabilidade do presidente sobre os fatos divulgados.Em 2 de outubro é aberto o processo de impeachment na Câmara dos Deputados, impulsionado pela maciça presença do povo nas ruas, como o movimento dos Caras-pintadas. (O nome "caras-pintadas" referiu-seà principal forma de expressão, símbolo do movimento: as cores verde e amarelo pintadas no rosto).
Em 29 de setembro, por 441 a 38 votos, a Câmara vota pelo impeachment do presidente, que renuncia...
tracking img