febre reumatica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6627 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de agosto de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Febre Reumática


A febre reumática (FR) e a cardiopatia reumática crônica (CRC) são complicações não supurativas da faringoamigdalite causada pelo estreptococo beta-hemolítico do grupo A e decorrem de resposta imune tardia a esta infecção em populações geneticamente predispostas. Essa é uma doença que está frequentemente associada à pobreza e às más condições de vida. Assim, apesar dareconhecida redução da incidência da FR nas últimas décadas nos países desenvolvidos, a FR permanece como um grande problema de saúde pública, principalmente nos países em desenvolvimento. A FR afeta especialmente crianças e adultos jovens. A mais temível manifestação é a cardite, que responde pelas sequelas crônicas, muitas vezes incapacitantes, em fases precoces da vida, gerando elevado custo social eeconômico. Os gastos gerados pela assistência aos pacientes com FR no Brasil são significativos: em 2007, foram gastos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) cerca de R$ 157.578.000,00 em internações decorrentes de FR , de origem clínica ou cirúrgica, sendo que, das cirurgias cardíacas realizadas neste período, 31% abordaram pacientes com sequelas de febre reumática Apesar da reconhecida importânciado problema e da existência de estratégias comprovadamente eficazes de prevenção e tratamento da faringoamigdalite estreptocócica, as ações de saúde desenvolvidas até hoje têm se mostrado insuficientes para o adequado controle da FR no Brasil.Nesse contexto, as sociedades brasileiras de Cardiologia, de Pediatria e de Reumatologia tomaram a iniciativa de discutir e elaborar estas Diretrizes, comobjetivo principal de oferecer recomendações sobre as estratégias diagnósticas, terapêuticas e preventivas para a febre reumática, baseadas nas melhores evidências científicas disponíveis na atualidade.A despeito de iniciativas regionais de programas visando à prevenção da FR nas últimas décadas, a inexistência de um programa de âmbito nacional contribuiu para que a FR mantivesse taxas deprevalência ainda bastante elevadas. Um programa desse tipo certamente deverá envolver ações multissetoriais, tais como: atividades educativas para os profissionais e para a comunidade; treinamento dos profissionais nos seus campos de atuação; melhorias no acesso aos serviços de saúde no âmbito do SUS; investimentos em recursos materiais que visem ao diagnóstico e ao tratamento adequado da doença reumática;além de investimentos em atividades de pesquisa relacionadas ao tema. Estas Diretrizes recomendam a criação de um Programa Nacional de Prevenção e Controle da Febre Reumática. A febre reumática (FR) e a cardiopatia reumática crônica

Epidemiologia

Dada a relação de causa-efeito que existe entre as infecções estreptocócicas do grupo "A" e a febre reumática, a epidemiologia das duas doençasestá intimamente relacionada. Nem todas as infecções estreptocócicas do grupo "A" provocam o aparecimento da febre reumática. Estudos epidemiológicos revelaram que a febre reumática se segue a infecções do trato respiratório superior, mas raramente, caso realmente ocorra, em seguida a infecções cutâneas . A epidemiologia da febre reumática, conseqüentemente, está mais intimamente ligada àquela dasfaringites estreptocócicas do grupo "A". Apenas 2 a 3 destes pacientes, caso não sejam tratados, desenvolvem estas complicações e o seu tratamento adequado pode evitar o surgimento da febre reumática em quase todas as pessoas.

A faixa etária de maior incidência da febre reumática equivale àquela das faringites estreptocócicas, sendo mais comum entre os 6 e 16 anos. Homens e mulheres sãoigualmente atingidos. As diferenças raciais são ilustradas pelo elevado índice de incidência da febre reumática entre a população Maori na Nova Zelândia, transcendendo, inclusive, os fatores de ordem socioeconômica. De modo geral, os fatores socioeconômicos, condições precárias de vida, ausência de acesso a cuidados médicos adequados têm influência nos índices de incidência da febre reumática. Esta...
tracking img