Febre amarela

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5792 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UCSAL
UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR
FACULDADE DE ENFERMAGEM

FEBRE AMARELA

Salvador – Bahia
2008.2

ADRIANA FRAGA
ADRIELE BORGES
DANIELA PEREIRA
ELIENE ESTRELA
FRANCISCA C P BARBOSA
LAYD DAIANE MOTA
SILVIO ALVES

FEBRE AMARELA

Trabalho solicitado como requisitos para o
fechamento do quadro de notas da
disciplina de EPIDEMIOLOGIA,
da
Universidade Católica do Salvador.Curso
de Bacharelado em Enfermagem.
Orientadora: Profª. Maria Dolores de Sá
Teles

Salvador – Bahia
2008.2
2

APRESENTAÇAO

Conceitua-se epidemia como a ocorrência de uma determinada doença em
um grande número de pessoas ao mesmo tempo.
A febre amarela teve seu ápice no mundo, mas graças as medidas de
controle adotadas, por ambas as partes autoridades e população, tal estatísticatende a apresenta números cada vez menores, não só o Brasil mas no mundo.
No Brasil isso representa um grande desafio se faz necessário um processo
de intensificação e aprimoramento das ações de vigilância da febre amarela com a
finalidade de detectar precocemente a circulação viral, se possível, antes mesmo de
incidir em seres humanos, enquanto ainda atinge somente animais silvestres. Énecessário ainda que as atividades de imunização alcancem altas coberturas, de
forma homogênea, nas localidades da região enzoótica e também nas infestadas
pelo Aedes aegypti fora daquela região.
O objetivo deste trabalho, portanto é sintetizar as principais características da
febre amarela, atuação da vigilância Epidemiológica e os instrumentos disponíveis
para o controle epidemiológico. Assimsendo, o trabalho apresentado contém uma
possível revisão dos conhecimentos, sobre um tema - febre amarela. Esperamos
que o mesmo venha a contribuir como um somatório de experiências de forma
significativa aos profissionais da área de saúde.

3

1 INTRODUÇÃO
A origem do vírus causador da febre amarela foi motivo de discussão e
polêmica durante muito tempo, porém estudos recentesutilizando novas técnicas de
biologia molecular comprovaram sua origem africana. O primeiro relato de epidemia
de uma doença semelhante à febre amarela é de um manuscrito maia de 1648 em
Yucatan, México. Na Europa, a febre amarela já havia se manifestado antes dos
anos 1700, mas foi em 1730, na Península Ibérica, que se deu a primeira epidemia,
causando a morte de 2.200 pessoas. Nos séculos XVIII eXIX os Estados Unidos
foram acometidos repetidas vezes por epidemias devastadoras, para onde a doença
era levada através de navios procedentes das índias Ocidentais e do Caribe.
No Brasil, a febre amarela apareceu pela primeira vez em Pernambuco, no
ano de 1685, onde permaneceu durante 10 anos. A cidade de Salvador também foi
atingida, onde causou cerca de 900 mortes durante os seis anos em queali esteve.
A realização de grandes campanhas de prevenção possibilitou o controle das
epidemias, mantendo um período de silêncio epidemiológico por cerca de 150 anos
no País.

2.0 CARACTERISTICAS CLINICAS
2.1 Febre Amarela
A Febre Amarela (FA) é uma doença infecciosa aguda, febril, de natureza
viral, encontrada em países da África e Américas Central e Sul. Caracteriza-se
clinicamentepor manifestações de insuficiência hepática e renal que pode levar à
morte, em cerca de uma semana. (Ministério da Saúde Guia de Vigilância
Epidemiológica, 1998).
2.2 Agente Etiológico
O agente causal da Febre amarela é o vírus amarílico, um arbovírus
pertecente ao Gênero Flavivírus, família Flaviviridae.(Ministério da Saúde. Guia de
Vigilância Epidemiollógica, 1998).
4

2.3 ReservatórioNa Febre Amarela Urbana (FAU), o homem é o único reservatório hospedeiro
vertebrado com importância epidemiológica. Na Febre Amarela Silvestre (FAS), os
primatas não humanos são os principais reservatórios e hospedeiros vertebrados do
vírus amarílico, sendo o homem um hospedeiro acidental. (Ministério da Saúde.
Guia de Vigilância Epidemiológica, 1998).
2.4 Vetores
O Aedes Albopictus se...
tracking img