Febre amarela

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1107 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Febre Amarela
















Colégio 24 de Maio ano 2011.

Febre Amarela

Componentes do grupo:

- Débora
- Igor
- kamilla
- Pamela
- Zuleide
































Índice

- Febre Amarela;
- Epidemiologia;
- Progressão e sintomas;
- Diagnóstico;
- Tratamento;
- Prevenção e combate ao mosquito;
- Vacinação;
- Conclusãodo grupo;
- Referências.






























Febre Amarela

A febre amarela é uma doença infecciosa transmitida por mosquitos contaminados e ocorre na América central, na América do sul e na África.
No Brasil, a febre amarela é adquirida em áreas silvestres e rurais quando um indivíduo entra nessas regiões de maior risco onde existem o mosquito daespécie Haemagogus Janthinomis ou Sabetes chloropterus, existe a possibilidade desse indivíduo ser picado por alguns desses mosquitos transmissores que já estão afetados pelo vírus da febre amarela ou se esse mosquito picou um ser portador da doença como por exemplo o macaco Bugio ou outras espécies de macacos. Se esse mosquito picar uma pessoa que não tenha tido a doença e nem sido vacinada, ela nãopossui defesas contra a doença para combater o vírus e a desenvolve.
A febre amarela também pode ser transmitida pelo mosquito da dengue, o Aedes Aegypti e mesmo a febre amarela sendo considerada erradicada no Brasil sendo necessário que continue assim, é fundamental o controle do mosquito Aedes Aegypti e a vacinação de pessoas que vivem nas áreas endêmicas.Epidemiologia

A febre amarela não se transmite direto de pessoa para pessoa, somente é transmitida através da picada do mosquito contaminado e por ser virótica pode contaminar outros tipos de insetos que se alimentem de sangue. A transmissão pode ser também trans-ovariana (contaminação do mosquito para o ovo) no próprio mosquito.
A propagação dessa doença, ocorre por que a pessoacontaminada é fontede infecção para o mosquito desde imediatamente picada, portanto antes de surgirem sintomas, até o quinto dia da infecção (ainda sem sintomas), a pessoa retorna para a cidade e serve como fonte de infecção para o mosquito Aedes Aegypti que então pode iniciar um ciclo de transmissão da febre amarela em áreas urbanas.
No Brasil, temos cerca de 3600 munícipios infestados pelo AedesAegypti e tem risco potencial para a febre amarela.
Em Boa Vista, Roraima, Cuiabá e no estado do Mato Grosso existem focos endêmicos em áreas urbanas mas a maior quantidade de casos no Brasil, ocorre em regiões de serrado.
Lembrando que onde existe a possibilidade de ter a febre amarela, também existe a possibilidade para a Málaria, para a dengue e outros.
No Brasil, os casos vem diminuindo muitodesde 2003, mas em 2008 houve um aumento considerável no começo do ano. Em 2009 o Mato Grosso do Sul confirmou a primeira morte por febre amarela desde 1966.














Progressão e Sintomas

Após a picada, o período de incubação é de 3 á 7 dias, dissemina-se pelo sangue.
Os sintomas iniciais são específicos como febre, mal estar, dores de cabeça e musculares principalmente noabdômen e na lombar.
No tipo clássico da doença os sintomas são caracterizados por febre moderadamente elevada, náuseas, queda do ritmo cardíaco, prostração e vômitos com sangue, pode ocorrer também diarréia. A maioria dos casos são assintomáticos manifestando-se com uma infecção subclínica (doença não manifestada, sem sinais e sintomas) mas pode se tornar grave e até mesmo fatal.
Após a descidada febre em 15% dos infectados, podem surgir sintomas muito mais graves como febre alta, diarréia de mau cheiro, convulsões e delírios, hemorragias internas e coagulação intravascular disseminada com danos e enfartes (hemorragias) em vários órgãos
Que são potencialmente mortais. As hemorragias apresentam – se como sangramento nasal, nas gengivas e equimoses (manchas azuis ou verdes de sangue...
tracking img