Fdvzgbf

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1905 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sistematização dos Capítulos II e
III do “Sermão de Santo António
aos peixes”
Padre António Vieira

1

Cap. II e III
CONFIRMAÇÃO
LOUVOR DAS VIRTUDES dos
PEIXES

“E desta maneira satisfaremos as obrigações do sal, que
melhor vos está ouvi-las vivos que experimentá-las mortos.”

“Ao menos têm os peixes duas boas qualidades: de ouvintes
OUVEM, MAS NÂO FALAM”
2

Propriedades dosal:
a) Conservar o são
b) Impedir a corrupção
Propriedades da pregação
de Santo António:
a) Louvar o Bem
b) Repreender o mal

3

VIRTUDES GERAIS dos peixes
Virtudes que dependem
sobretudo de Deus

Virtudes naturais dos
peixes

• foram as primeiras criaturas
criadas por Deus
• foram as primeiras criaturas
nomeadas pelo homem
• são os mais numerosos e os
maiores

• não sedomam
• não se domesticam

• obediência, quietação,
atenção, respeito e devoção
com que ouviram a pregação
de Santo António
4

RELAÇÃO COM OS HOMENS
“Poderia cuidar que os peixes irracionais se tinham convertido
em homens , e os homens, não em peixes, mas em feras.”
(ll. 40-41)
. “Aos homens deu Deus uso da razão, e não aos peixes; mas
neste caso os homens tinham a razão sem o uso, eos
peixes o uso sem a razão.” (ll.41-42)
“Os homens tiveram entranhas para deitar Jonas ao mar, e o
peixe recolheu nas entranhas a Jonas, para o levar vivo à
terra.” (ll. 50-52)
“Não condeno, antes louvo muito aos peixes este retiro e, me
parece que , se não fora natureza, era grande prudência,
Peixes!”
(ll. 65-66)
5

CONCLUSÃO – CAP. II
. Quão grande bem é estar longe dos homens

.Tanto mais unido a Deus, quanto mais apartado
dos homens.

6

VIRTUDES PARTICULARES
Peixe de TOBIAS

RÉMORA
VIRTUDES

•O fel sara a cegueira
•O coração lança fora os
demónios

•Pequena no corpo
•Grande na força e no poder.

COMPARAÇÃO
S. António

•Alumiava e curava as cegueiras
dos homens.
•Lançava os Demónios fora de
casa.

S. António

•A Língua de S. António
domoua fúria das paixões
humanas: Soberba, Vingança,
Cobiça, Sensualidade
7

As quatro imagens associadas ao
peixe RÉMORA
Elementos

Imagens

Vocabulário essencial:
• substantivos
• adjectivos
• verbos

Nau Soberba
• velas, vento
• inchadas
• desfazer,
rebentavam

Efeitos do poder da língua
Mão no leme
de S. António

Nau Vingança

• artilharia, bota-fogos
• abocada, acesos• corriam, queimariam
A sua língua detém a
fúria

Finalidade das
interrogações

Convencer os ouvintes

Comentário sobre cada
imagem

Usadas com a finalidade de chamar a
atenção dos ouvintes para as várias
tentações a evitar.
8

As quatro imagens associadas ao
peixe RÉMORA
Elementos

Imagens

Nau Cobiça

Nau Sensualidade

Vocabulário essencial:
• substantivos
•adjectivos
• verbos

• gáveas
• sobrecarregada,
aberta
• incapaz de fugir

Efeitos do poder da
língua de S. António

a sua língua detém a a sua língua contémcobiça
nos

Finalidade das
interrogações

Convencer os ouvintes

Comentário sobre cada
imagem

Usadas com a finalidade de chamar a
atenção dos ouvintes para as várias
tentações a evitar.

• cerração
• enganados
• perder9

VIRTUDES PARTICULARES
TORPEDO

QUATRO-OLHOS
VIRTUDES

• Energia

•Dois olhos olham para cima
•Dois olhos olham para baixo

COMPARAÇÃO
S. António

Pregador

22 pescadores tremeram ouvindo
as palavras de S. António e
converteram-se.

O peixe ensinou o pregador a
olhar para o Céu (para cima) e
para o Inferno (para baixo).

10

CONCLUSÃO – CAP. III
•Tobias: Oshomens precisam de ser alumiados e curados da
cegueira que lhes obscurece a razão.
•Rémora : «pegada ao leme da nau, é freio da nau e leme do leme»
=
«virtude e força da língua de António» que teve mão nos soberbos,
Língua de Santo António: nos vingativos, nos cobiçosos, nos
sensuais, o que sugere alegoricamente por meio de naus que a
língua do Santo prendeu.
•Torpedo: Aos pescadores da...
tracking img