Fazer contrato social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1140 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONTRATO SOCIAL



CLÁUSULA PRIMEIRA- DA DENOMINAÇÃO E SEDE: Pelo presente instrumento particular de contrato social, e na melhor forma de direito, , brasileiro, solteiro, brasileirp, solteiro, , brasileiro ,solteiro; únicos sócios da sociedade empresária limitada denominada, COSA NOSTRA COMÉRCIO E DISTRIBUIDORA DE CONGELADOS LTDA , com sua sede no Estado de São Paulo, na Rua:Avenida Dom Pedro – DIADEMA – CEP: 1234-000, devidamente inscrita no CNPJ/MF. nº 12.345.678/91011-22;

CLÁUSULA SEGUNDA – PRAZO : O prazo de duração da sociedade será por tempo indeterminado,

CLÁUSULA TERCEIRA – OBJETO SOCIAL : A sociedade tem como objeto social o ramo de comércio de todos os tipos de produtos de produtos congelados em geral , podendo ainda : fabricar.manipular,entregar,distribuir e comercializar todos os produtos congelados .

CLÁUSULA QUARTA – CAPITAL SOCIAL : O capital social da sociedade é de R$ 180.000,00 (Cento e Vinte Mil Reais), representado por 60.000,00 (Sesseta Mil) quotas, no valor nominal de R$ 1,00 (Hum Real) cada quota, totalmente subscritas e integralizadas neste ato em moeda corrente do país,e R$ 60.000,00 no valor em bens imóveis no valorde um automóvel Gol 1.6 marca VW a Rua sendo distribuído ao sócios da seguinte forma:
X 60.000 quotas R$ 60.000,00
X 60.000 quotas R$ 60.000,00
XL 60.000 quotas R$ 60.000,00
TOTAL .................................... 180.000 quotas R$180.000,00

Parágrafo Primeiro: As quotas de capital serão integralizadas pelos sócios em dinheiro e num veiculo, dentro do prazo de 30 (trinta) dias a contar da assinatura deste contrato.

Parágrafo Segundo: – Os sócios responderão solidariamente pelas obrigações sociais perante terceiros em geral, se o capital social não cobrir tais obrigações.
Parágrafo Terceiro:São absolutamente impenhoráveis as quotas sociais, na forma do artigo 649, inciso I, da lei 5.869 de 11.01.73.
Parágrafo Quarto: – A responsabilidade dos sócios é restrita ao valor de suas quotas, mas todos respondem solidariamente pela integralização do capital social, conforme art. 1052 da lei 10. CLÁUSULA QUINTA: DA LEGALIDADE: Os sócios declaram que não estão incursos em nenhum dos crimesprevistos em lei, que os impeçam de exercer referidas legalidades
CLÁUSULA SEXTA: DA ADMINISTRIÇÃO : A administração da empresa será exercida pelos sócios XXX, já qualificados no perambulo, que representarão a sociedade assinando todos os documentos necessários à administração da sociedade, tais como livros, cheques, saques, depósitos etc.

CLÁUSULA SÉTIMA: DO USO DA DENOMINAÇÃOSOCIAL
O uso da denominação social caberá aos sócios que representarão a sociedade na forma do disposto na cláusula sexta.
PARÁGRAFO ÚNICO – Fica expressamente vedada a concessão de avais, fianças e outras obrigações de mero favor em benefício de terceiros, respondendo o sócio pela obrigação assumida de forma direta.

CLÁUSULA OITAVA – DA CESSÃO DE QUOTAS
É expressamente vedada a venda ou cessãode quotas a terceiros estranhos à sociedade, sem prévia comunicação por escrito, aos outros sócios, que terão preferência na aquisição das quotas do sócio retirante, em igualdade de condições.

CLÁUSULA NONA – APURAÇÃO DE HAVERES
Nas hipóteses de retirada, falência, exclusão, falecimento, declaração de incapacidade civil ou outro motivo, que afaste definitivamente qualquer um dos sócios, asociedade não se dissolverá, prosseguindo nela os sócios remanescentes, nos três primeiros casos, e os herdeiros e sucessores no caso de falecimento, a não ser que estes, de comum acordo com os sócios remanescentes, resolvam liquidá-la. O sócio declarado incapaz permanecerá na sociedade, representado por seu procurador.
PARÁGRAFO ÚNICO – Os haveres dos sócios em caso de morte, quando seus...
tracking img