Fatores do estresse e desenvolvimento pessoal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2871 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
etep faculdades

Natália Firmo de Mello
priscila antunes de oliveira
raul PONTES

fatores de estresse e o
desenvolvimento pessoal

São josé dos campos

2010

natália firmo de mello

priscila antunes

raul PONTES

fatores de estresse e o

desenvolvimento pessoal

Trabalho apresentado para a avaliação da disciplina PsicologiaAplicada à Gestão de Pessoas do curso Tecnólogo em Recursos Humanos pela Etep Faculdades.
Professora Orientadora: Sibely Barros.

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

2010

RESUMO

Todos nós enfrentamos os diversos desafios e obstáculos da vida, e, por vezes, a pressão é difícil de aguentar. Quando nos sentimos mais sobrecarregados, sob pressão, ou inseguros arespeito de como satisfazer as exigências da vida. Em pequenas doses, o estresse pode ser uma boa coisa. Ele pode dar-lhe o impulso de que necessita, motivando você a fazer o seu melhor e a se manter focado e alerta. Mas quando as coisas e as exigências da vida são demasiado duras, e excedem a sua capacidade, o estresse torna-se uma ameaça para a sua saúde física e o seu bem-estar emocional.
Oestresse, seja ele de natureza física, psicológica ou social, é composto de um conjunto de reações fisiológicas que se exageradas em intensidade ou duração podem levar a um desequilíbrio no organismo. A reação ao estresse é uma atitude biológica necessária para a adaptação à situações novas.

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 5

2. O CONCEITO DE ESTRESSE 6

3. TIPOS DE ESTRESSE 7

3.1 Exemplostípicos de estresse 8

4. FATORES QUE LEVAM AO ESTRESSE 9

4.1 estilo de vida - estresse 10

5. CONSEQUÊNCIAS NO ORGANISMOS 11

5.1 sintomas gerais 11

5.2 efeitos psicológicos do estresse 12

6. COMO CONTROLAR O ESTRESSE 14

7. CONSIDERAÇÕES FINAIS 15

8. REFERÊNCIAS 16

1. INTRODUÇÃO

Diz-se que a simples participação do indivíduo na sociedade contemporânea já preenche,por si só, um requisito suficiente para o surgimento do Estresse. Portanto, viver estressado passou a ser considerado uma condição do homem moderno ou um destino comum ao qual todos estamos, de alguma maneira, atrelados.
Nas últimas décadas, a expressiva mudança em todos os níveis da sociedade passou a exigir do ser humano uma grande capacidade de adaptação física, mental e social. Muitas vezes,a grande exigência imposta às pessoas pelas mudanças da vida moderna e, conseqüentemente, a necessidade de ajustar-se à tais mudanças, acabaram por expor as pessoas à uma freqüente situação de conflito, ansiedade, angústia e desequilíbrio emocional, ao qual damos o nome de estresse.
Devemos buscar uma postura onde o estresse seja um acontecimento positivo e não um empecilho ao desempenhopessoal, à saúde e a felicidade.

2. O CONCEITO DE ESTRESSE

A palavra estresse quer dizer "pressão", “tensão” ou "insistência", portanto estar estressado quer dizer "estar sob pressão" ou “estar sob a ação de estímulo insistente”.
É importante não confundir estado fásico de estresse com estado de alarme de Cannon, pois há alguns critérios estabelecidos para que se possa assumir que umindivíduo está estressado e não simplesmente com alerta temporária. Chama-se de estressor qualquer estímulo capaz de provocar o aparecimento de um conjunto de respostas orgânicas, mentais, psicológicas e/ou comportamentais relacionadas com mudanças fisiológicas padrões estereotipadas, que acabam resultando em hiperfunção da glândula supra-renal e do sistema nervoso autônomo simpático. Essasrespostas em princípio tem como objetivo adaptar o indivíduo à nova situação, gerada pelo estímulo estressor, e o conjunto delas, assumindo um tempo considerável, é chamado de estresse. O estado de estresse está então relacionado com a resposta de adaptação.
O estresse é essencialmente um grau de desgaste no corpo e da mente, que pode atingir níveis degenerativos. Impressões de estar nervoso,...
tracking img