Farmacodependencia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 72 (17941 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FARMACODEPENDÊNCIA

Atualmente se fala muito sobre álcool e drogas, e este tema tem sido identificado como um problema grave preocupante na atualidade. Nós convivemos com este problema e até o momento não há uma opinião concordante das dimensões dos seus efeitos e da forma a ser enfrentado pelos profissionais da área.

Mais recentemente, no Brasil, fomos“surpreendidos” pela epidemia do crack, que atingiu de uma forma intensa e grave a população brasileira, como amplamente divulgado por todas as formas de comunicação, e que, não estamos conseguindo fazer frente à ela.

Uma das necessidades existentes é a de obter uma aproximação de uma linguagem comum sobre o tema “drogas”, estabelecendo princípios gerais que possam ser usados de forma homogêneana intervenção desta problemática.

Habitualmente a resolução de uma situação-problema desenvolve em etapas, onde no inicio ocorre o reconhecimento do problema, a determinação de suas dimensões e conseqüências, a determinação dos fatores considerados causais e de acordo com estes fatores a busca de resolução afastando ou neutralizando os fatores causais.

Quando se fala dedrogas, se percebe três formas de entendimento: a biológica (doença); a moral (fraco de caráter) e religiosa (falta de fé).

A farmacodependência tem se constituído em um problema sério que aflige a espécie humana atualmente, sendo que em sua prevenção ou ao seu combate as mais diferentes instituições e/ou estabelecimentos são necessários.
Entretanto, devido às suas características, a complexidadedo fenômeno da farmacodependência e das diferentes formas de perceber e de entender o mesmo, dificilmente se tem uma aproximação conceitual. Desta forma o uso/abuso/dependência pode ser entendido de diferentes formas, fazendo com que também o seu manejo possa ser efetuado de diferentes formas.

Histórico

1. Uso histórico das substâncias psicoativas

As substâncias psicoativasestão presentes na história da humanidade, mas durante esta história a forma e as condições de uso foram mudando, como mostra o

Quadro 1.

Uso histórico e cultural de substâncias psicoativas
| | | | |
|LOCAL |ÉPOCA|SUBSTÂNCIA |SIGNIFICADO |
| | | | |
| | | | |
|CHINA|3000 AC |MACONHA |ALÍVIO DAS DORES |
|ORIENTE MÉDIO |3000 AC |MACONHA |RITUALÍSTICO |
| | | |RELAXANTE,ANALGÉSICO |
|EXTREMO ORIENTE |3000 AC |ÓPIO | |
|AMÉRICA CENTRAL |3000 AC |CACTUS |RITUALÍSTICO |
|AMÉRICA LATINA |1000 AC |COCAINA|RITUALÍSTICO |

Fonte: Organizado por Souza, 2000

A Bíblia cita no Livro de Gênesis a história do dilúvio, quando Noé após os quarenta dias, ao sair da arca se embriagou com vinho. Ainda há outra citação de uma história em que a filha se embriagou, e manteve relações sexuais com o pai para engravidar e dar continuidade à família....
tracking img