Exercicios de exame

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3810 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA SECUNDÁRIA DE FAFE - BIOLOGIA E GEOLOGIA 10

EXERCÍCIOS DE EXAME DIVERSIDADE NA BIOSFERA
1. A figura ao lado representa, esquematicamente, um conjunto de relações alimentares que se estabelecem entre seres vivos de um ecossistema. 1.1 Selecione a única alternativa que permite obter uma afirmação correta. Se a população de cobras sofresse uma diminuição brusca no número de indivíduos,numa primeira fase, aumentaria a população de … (A) … estorninhos. (B) … gafanhotos. (C) … rãs. (D) … aranhas. 1.2 Selecione a alternativa que preenche os espaços na frase seguinte, de modo a obter uma afirmação correcta. “Da matéria _____ que circula numa teia alimentar fazem parte _____, compostos ricos em azoto.” (A) orgânica … os glícidos. (B) inorgânica … os glícidos. (C) inorgânica … asproteínas. (D) orgânica … as proteínas. 2. No século XIX, o camelo foi introduzido pelo homem na Austrália, onde actualmente se encontra uma população selvagem, descendente de indivíduos que escaparam aos seus proprietários. Esta população cresceu descontroladamente, porque não existem predadores locais. Em 2005, no deserto no Sul da Austrália, foram abatidos cerca de 3000 camelos selvagens, porqueestavam a afectar os escassos recursos destinados ao gado bovino e ao gado ovino. Relacione a necessidade de abate de camelos com as alterações verificadas na dinâmica do ecossistema natural, após a introdução deste animal no deserto australiano. 3. Um grupo de investigadores descobriu que a planta do milho, quando atacada, emite um pedido de socorro químico. A planta responde ao ataque da lagarta(Mythimna convecta), libertando uma mistura de químicos voláteis, os quais acabam por atrair uma vespa parasitóide (Apanteles ruficrus), que deposita os seus ovos no interior do corpo da lagarta. Quando os ovos eclodem, as larvas da vespa alimentam-se da lagarta até emergirem à superfície, fixando-se em casulos, onde se metamorfoseiam em pequenas vespas. Esta «bomba-relógio» biológica acaba pormatar a lagarta. Recentemente, descobriu-se que é necessária uma substância química, presente na saliva de Mythimna convecta, para desencadear o pedido de socorro químico por parte da planta. A figura ao lado representa esquematicamente o ciclo de vida de Mythimna convecta. 3.1 Selecione a alternativa que permite preencher os espaços e obter uma afirmação correta. “O texto descreve uma cadeiaalimentar com um produtor _____, que obtém a _____ indispensável ao seu metabolismo a partir do carbono atmosférico.” (A) fotossintético … matéria. (C) quimiossintético … matéria. (B) fotossintético … energia. (D) quimiossintético … energia.

3.2 Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirmações, relativas às interações entre a planta do milho, a Mythimna convecta e aApanteles ruficrus, descritas nos dados apresentados no texto. A - Apanteles ruficrus é uma espécie parasitóide da planta do milho. B - Danificar manualmente as folhas da planta desencadeará o sinal de alarme químico. C - As substâncias libertadas pela planta atraem Apanteles ruficrus. D - Uma substância química presente na saliva de Mythimna convecta atrai Apanteles ruficrus. E - As plantas domilho não parasitadas não atraem quimicamente a vespa Apanteles ruficrus. F - A predação da planta, por Mythimna convecta, induz esta a produzir um pedido de socorro químico. G - Mythimna convecta só completa o seu ciclo de vida na presença de Apanteles ruficrus. H - Apanteles ruficrus e Mythimna convecta são consumidores de diferente ordem. 4. Associadas às fontes hidrotermais profundas,desenvolvem-se bactérias quimioautotróficas, que produzem compostos orgânicos a partir de carbono inorgânico e da oxidação de compostos de enxofre libertados pelas chaminés. Estes seres vivem em simbiose com organismos mais desenvolvidos. Neste ecossistema invulgar, crescem também vermes tubulares (poliquetas tubulares), moluscos bivalves e espécies estranhas de caranguejos e de camarões. Selecione a...
tracking img