Exegese e eisegese

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5481 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
se
ATUS – Alpha Theology University







































Docente: Pra. Dyane Lara (Coordenadora Pedagógica)

Discente: Rodrigo César Panzarini

Data: 20 de julho de 2010





ÍNDICE


Introdução.........................................................................................página 3Definições.........................................................................................página 4
O problema da pressuposição – “Achologias”.................................página 5
Exemplo de erro que podemos cometer ao praticar a eisegese.......página 7
Aplicação...........................................................................................página 10
Maneira correta de praticar aexegese..............................................página 10
O procedimento exegético.................................................................página 12
Conclusão..........................................................................................página 13
Bibliografia.........................................................................................página 15INTRODUÇÃO

A questão da autoridade do texto bíblico é central para qualquer metodologia exegética. A perspectiva cristã tradicional admite que a Bíblia foi toda escrita debaixo da condução de Deus e que ela não contém erros. Como herdeiros da Reforma Protestante, afirmamos nossa crença na Palavra de Deus. Deus é o autor supremo das Escrituras, se a sua revelação pretendeguiar-nos a um relacionamento com ele, e se ninguém conhece a mente de Deus senão o seu próprio Espírito, então, devemos ser espirituais, antes de podermos esperar entender as Escrituras em seu sentido supremo e autêntico.
Um dos documentos históricos reformados e aceito pelas igrejas batistas reformadas em todo o mundo, a 1Confissão de Fé Batista de 1689, assim afirma:
A Sagrada Escritura é aúnica regra suficiente, certa e infalível de conhecimento para a salvação, de fé e de obediência. A luz da natureza, e as obras da criação e da providência, manifestam a bondade, a sabedoria e o poder de Deus, de tal modo que os homens ficam inescusáveis; contudo não são suficientes para dar conhecimento de Deus e de sua vontade que é necessário para a salvação.
A autoridade da SagradaEscritura, razão pela qual deve ser crida e obedecida, não depende do testemunho de qualquer homem ou igreja, mas provém inteiramente de Deus, sendo Ele mesmo a verdade e o seu autor. A Escritura, portanto, tem que ser recebida, por ser a Palavra de Deus. Especificamente sobre a interpretação bíblica, a Confissão de Fé Batista ainda afirma o seguinte:
A regra infalível de interpretação dasEscrituras é a própria Escritura. Portanto, sempre que houver dúvida quanto ao verdadeiro e pleno sentido de qualquer passagem (sentido este que não é múltiplo, mas um único), essa passagem deve ser examinada em confrontação com outras passagens, que falem mais claramente.
A iluminação do Espírito Santo é essencial para nós encontrarmos o significado espiritual de um texto. Creio que é impossívelinterpretar a Palavra de Deus corretamente sem o ministério do Espírito, que testifica a verdade de que somos filhos de Deus, que renova nossas mentes para que possamos entender as coisas de Deus, e que transforma os nossos corações para que possamos aprender a fazer apenas o que é agradável ao Pai.


"As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que oEspírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais." (I Coríntios 2 : 13)


Nossa tarefa, portanto, será a de estudar o registro da revelação de Deus, conforme se encontra nas Escrituras, compreendendo espiritualmente todo o seu contexto dentro de uma determinada proposta, portanto, a exegese é a mãe da ortodoxia doutrinária e a eisegese é a matriz de todas as...
tracking img