Eu e a vida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 45 (11172 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
8

A relevância da Comunicação Institucional. Um estudo de caso: FAEPE Diego Silva do Nascimento
Este trabalho tem por objetivo mostrar a importância da comunicação institucional nas empresas privadas ou públicas. Entre uma abordagem teórica originada de bibliografias e artigos de docentes e profissionais da área, é citada a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão - FAEPE - daUniversidade Federal de Lavras - UFLA -, uma instituição que, embora tenha 30 anos de história no município, ainda não tem de um setor especializado em comunicação empresarial; colocando em risco a eficácia da interação entre funcionários e a divulgação entre a sociedade das atividades realizadas. O início da Associação Brasileira de Editores de Revistas e Jornais de Empresas, hoje Associação Brasileirade Comunicação Empresarial – Aberje – na década de 60 foi um dos fatos que contribui para a profissionalização desta área no país. A evolução tecnológica permitiu que o jornalismo institucional rompesse fronteiras, expandindo sua relevância no meio digital. A necessidade de amadurecimento dos cursos superiores oferecidos pelas escolas de comunicação e a conscientização do mundo empresarial sobre anecessidade de inclusão de jornalistas, publicitários ou profissionais de relações públicas em seu quadro de funcionários mostra que o Brasil abriga um território considerável para ser explorado, quando o assunto é Comunicação Empresarial.

Palavras-chave: Comunicação Institucional. Jornalismo Empresarial. Assessoria de Imprensa. Motivação.

9

INTRODUÇÃO
Desenvolver a interação eproduzir resultados satisfatórios dentro das organizações públicas ou privadas, é uma das metas de administradores. Trabalhar a interação do público interno (funcionários) ou externo (clientes, investidores, fornecedores, imprensa, etc...) com os resultados e iniciativas empresariais é o desafio de muitos profissionais do jornalismo institucional. As assessorias de comunicação têm um papel determinanteno mundo empresarial, quando o que está em jogo é a informação. O jornalismo institucional vem, em muitos casos, promover e perpetuar a união e a participação sadia de funcionários de um órgão, levar ao conhecimento público, de forma atuante, feitos e projetos de determinada instituição e em muitas vezes, amenizar tropeços administrativos. Por volta da década de 1950 o mundo assistiu ao início dacomunicação organizacional principalmente nos Estados Unidos. A informação institucional rapidamente se propagou em diferentes partes do globo, incluindo o Brasil. A percepção do valor da comunicação empresarial como estratégia de crescimento das instituições poderá ter mais representação, através da ação conjunta de administradores e instituições de ensino superior.

A comunicação comointeligência empresarial exige uma nova postura. Provavelmente, as empresas e as entidades – com parceria de importantes universidades brasileiras e de grupos de pesquisa, estarão investindo, no futuro, para estabelecer um novo paradigma (BUENO, 2003, p.16).

Atualmente o jornalismo organizacional não se restringe somente às instituições públicas ou privadas. Prova disso é a existência das assessorias decomunicação em sindicatos, associações e organizações partidárias. Pelo fato de muitos jornalistas optarem pela comunicação empresarial como uma especialidade na profissão, as instituições de ensino superior que oferecem a graduação na área comunicacional aos poucos ajustam sua realidade às necessidades do mercado, tendo como foco o fluxo correto das informações. Especialistas da comunicaçãoinstitucional são convidados a fazer parte deste processo, principalmente em congressos e seminários. A questão é que muitos discursos dos executivos da comunicação podem se basear em conceitos equivocados de alguns quesitos que vão desde responsabilidade social à comunicação estratégica, como explica Bueno (2003) “Muitos destes profissionais acabam "batendo" nas

10

universidades e repetem...
tracking img