Etnografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1275 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Síntese Compreensiva de “ Os sete saberes necessários à educação do futuro” - Edgar Morin

Nesta síntese-resumo o filósofo francês Edgar Morin debruça-se sobre o estado actual da educação e identifica sete buracos negros, ou seja, sete problemas centrais ou fundamentais que permanecem totalmente ignorados, subestimados ou esquecidos. Para o referido autor, são sete os saberes fundamentais àeducação do futuro devendo ser trabalhados por todas as sociedades e todas as culturas, sendo respectivamente: O Conhecimento, o Conhecimento Pertinente, a Identidade Humana, a Compreensão Humana, a Incerteza, a Condição Planetária e a Antropo-Ética.

1º Saber - O Conhecimento (o erro e a ilusão)
Para Morin, é prioritário ensinar o conhecimento do conhecimento. A educação deve demonstrar quetodo o conhecimento implica um risco de erro e de ilusão. Considera que constantemente erramos e nos iludimos sobre o mundo e a realidade, e como tal, o conhecimento nunca é um reflexo, um espelho da realidade ou do mundo externo. Todas as percepções são, ao mesmo tempo, traduções e reconstruções cerebrais construídas a partir dos estímulos ou sinais percepcionados pelos nossos sentidos. Assim sendo,o conhecimento é sempre uma tradução seguida de uma reconstrução, sendo própria de cada indivíduo. Cada um interpreta o seu conhecimento, aquilo que vê e percepciona à sua volta de uma forma diferente do outro, segundo a sua cultura, experiência, origem e sociedade em que se insere.

2º Saber - O Conhecimento Pertinente
De acordo com este segundo saber, verifica-se um problema que é poucovalorizado e que diz respeito aos saberes fragmentados (disciplinas).
O ensino ao fragmentar e dividir o conhecimento por disciplinas, impede a capacidade natural que o espírito tem de contextualizar as partes no seu contexto, no seu conjunto. Esta capacidade de ligar as partes ao todo, e o todo às partes deve ser estimulada pelo ensino.
O conhecimento, actualmente, deve ser global permitindocompreender os problemas globais de um mundo em constante mudança como uma totalidade ou um conjunto e não como casos ou acontecimentos isolados. Por tais factos, as áreas de conhecimentos devem ser agregadas e não fragmentadas para não impedirem a visão do todo.

3º Saber - A Identidade Humana
Este terceiro aspecto sendo também ignorado pelos programas de instrução, diz inteiramente respeito ànossa identidade enquanto seres pertencentes a uma espécie.
No ensino, o ser humano como unidade complexa, que engloba a sua dimensão física, biológica, psiquíca, social e cultural, é desintegrado/repartido em várias disciplinas, sendo impossível de reconhecer a unidade e a complexidade humana.
Somos indivíduos de uma sociedade e fazemos parte de uma espécie. Ao mesmo tempo que fazemos parte de umasociedade, esta também faz parte de nós, pois desde que nascemos que vamos sofrendo influências culturais e sociais. Nós somos de uma espécie, mas ao mesmo tempo a espécie é em nós e depende de nós.
O relacionamento entre indivíduo-sociedade-espécie é como uma trindade divina, um dos termos gera o outro e um se encontra no outro. Por outras palavras, o relacionamento entreindivíduo-sociedade-espécie é indissociável e forma uma unidade. Esta unidade complexa está totalmente desintegrada na educação devido às disciplinas, impossibilitando aprender o que significa ser humano. É preciso restaurá-la de modo a que cada um perceba a sua identidade e a sua identidade comum a todos os seres humanos.
É necessário a convergência entre todas as ciências e a identidade humana, isto é, a convergênciaentre várias disciplinas. Os saberes disciplinares fragmentados tornam impossível compreender o que significa o ser humano na sua totalidade. É preciso restaurar esta unidade e promover de forma integrada e interdisciplinar a compreensão da condição humana.

4º Saber - A Compreensão Humana
A educação para a compreensão humana está ausente do ensino.
Nunca se ensina sobre como compreender...
tracking img