Etica empresarial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4237 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ANHANGUERA EDUCACIONAL Ltda.
Faculdade Campo Limpo
Curso de Recursos Humanos

Ingrid Aparecida Cassiano RA:
Cibele Pereira dos Santos RA:
Mara Salete Moraes dos Anjos RA:
Raquel Cabral RA:
Samara Rodrigues RA:

ATPS DE COMPORTAMENTOORGANIZACIONAL
Etapa 1 – Personalidade e comportamento. Percepção/Concepção e comportamento Organizacional
Etapa 2 - Motivação. Stress Gerencial
Professora: Telma
Campo Limpo - SP, 04 de Abril


1. Personalidade e comportamento. Percepção/Concepção e comportamento individual
2.1 Personalidade
A personalidade é um conjunto relativamente estável de características queinfluenciam o comportamento individual.
Existem dois fatores determinantes da personalidade:
Hereditariedade que tem vários estudos que lhe dão suporte, de evidências empíricas.
Ambiente em que o indivíduo se desenvolve: as influências familiares, culturais, educacionais e outras mais que atuam sobre ele desde seu nascimento.
A formação da hereditariedade poderia ser assim representada:
Teoriasda Personalidade
Existem quatro teorias da personalidade que são mais correntes e aceitas explicá-las. São elas: Teoria dos Traços da Personalidade, Teoria Psicodinâmica, Teoria Humanística e a chamada Abordagem Interativa.
A Teoria dos Traços
É baseada em uma visão segmentada, cartesiana. Ela parte do princípio de que para entender os indivíduos é preciso que literalmente “segmentemos” ospadrões de comportamento em uma série de traços observáveis. De acordo com esta teoria, combinando os traços em um determinado grupo, teríamos como resultado, a personalidade do indivíduo. Entre os expoentes que tiveram contribuições efetivas para esta teoria, podemos citar Gordon Allport. O grande problema em relação a esta concepção teórica é que, no decorrer dos anos, centenas de traços foramsugeridos como relevantes e contribuintes para a formação da personalidade humana.
Mais recentemente, um grupo significativo de pesquisadores no campo organizacional concluiu que era possível reduzir todos os traços sugeridos em apenas cinco fatores e que passaram a ser chamados de os big Five. São eles:

Extroversão: a pessoa é gregária, assertiva e sociável;
Agradabilidade: a pessoa écooperativa, “quente” e agradável;
Consciência: a pessoa é trabalhadora, organizada e confiável;
Estabilidade Emocional: a pessoa é calma e autoconfiante;
Abertura a Experiência: a pessoa é criativa, curiosa e culta.
A teoria dos traços tem recebido muitas críticas, especialmente baseadas no fato de que meramente identificar características não é o suficiente, já que a personalidade é dinâmica e nãocompletamente estável.
Teoria Psicodinâmica
É inteiramente baseada no trabalho do mestre e criador da psicanálise, Sigmund Freud. Enfatiza especialmente o inconsciente humano como determinante do comportamento. Freud via a personalidade como resultante da interação de três elementos:
O id: é o elemento mais primitivo, a fonte dos instintos e impulsos e que, de certa forma, opera sem censura;
OSuperego: equivale ao que nós chamamos ordinariamente de consciência e que contém os valores e os ditames do que devemos ou não devemos fazer;
O Ego: gerencia o conflito entre o id e o superego, busca o que na psicologia se chama solução de compromisso, certos ajustes e cessões, levando o indivíduo a estabelecer certos mecanismos de defesa, entre os quais a negação da realidade é o mais comum.Teoria Humanista
O grande expoente desta teoria é Carl Rogers. Ele acreditava fielmente, da mesma forma que Abraham Maslow, que todos os homens possuem um impulso interno (drive) voltado para sua auto-atualização, “em tornar-se tudo aquilo que eles têm condições de vir a ser”. Tem seu foco no crescimento e aprimoramento do indivíduo, uma visão da personalidade centrada em um núcleo dinâmico – o...
tracking img