Estudo e obra de dom casmurro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6152 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR
NELSON MONTEIRO PALMA












ESTUDO DA OBRA DOM CASMURRO DE MACHADO DE ASSIS





SÃO BERNARDO DO CAMPO
2012












ESTUDO DA OBRA DOM CASMURRO DE MACHADO DE ASSIS














Trabalho de aproveitamento de Língua Portuguesa das aulas do 1° e 2° bimestre do Ensino Médio sob aorientação da Professora Eliane





























SÃO BERNARDO DO CAMPO
2012



































Gostaria de dedicar esse trabalho de aproveitamento da Língua Portuguesa a todos os amantes das obras do nosso ilustríssimo escritor Machado de Assis. E também aosque amam assim como eu sua obra Dom Casmurro, uma de suas mais fascinantes obras.
AGRADECIMENTOS

Em primeiro lugar agradeço a Deus por ter me dado à capacidade para realizar este trabalho.
Agradeço aos meus amigos, familiares e irmãos de coração, por terem me ajudado na realização deste trabalho, pois a ajuda deles foi de extrema importância para a realização deste trabalho, poistodos deram sua opinião sobre esta obra, o que contribuiu para que este trabalho tivesse mais conteúdo e também fosse mais bem elaborado.












































































“O único lugar aonde sucesso vem antes de trabalho é nodicionário.”
(Albert Einstein)
RESUMO
O romance adota a ordem da narrativa em retrospectiva, o final colocado no inicio e logo depois começando o relato em ordem cronológica. Não vemos os fatos. Sabemo-los pela boca do narrador, que faz o relato evocativamente, num tom geral irônico, inclusive em relação a si mesmo, com grande autocompaixão.
Aprotagonista da história, Capitu: a ambiguidade, que é a característica principal da trama, repete-se na protagonista. O escritor esmera-se na caracterização de seu personagem principal transformando-o na maior realização da ficção brasileira.
Que dizer mais? Qual é o antagonista? Escobar ou o ciúme? Que produziu todo o drama? Foi o melhor amigo, ou o demônio interior de Bentinho, o seu gêniodesconfiado, suspicaz e mórbido? Onde a origem de sua desgraça? Foi ele um novo Otelo, como quer certa critica, talvez influenciada por sua própria ilusão à tragédia famosa? A resposta só é possível se conseguirmos decifrar o enigma de Capitu: foi inocente ou culpada? A maioria dos leitores inclina-se para simpatizar com ela, tornando-a favorita, absolvendo-a da culpa. Mas não chega aconvencer-se de um todo, especialmente em virtude da prova da semelhança, que na realidade impressionaria a qualquer júri. Mas será o suficiente? Ou é um produto do exagero da casmurrice e do ciúme? Sobretudo em quem não tinha a consciência muito limpa. Estaria Bentinho preparado pela própria culpa a atribuir aos outros um erro e semelhança? Este ponto é muito importante para o entendimento‘correto’ do leitor, já que Machado de Assis não diz realmente se Capitu o trai ou não, sendo assim, a conclusão do livro fica a critério do leitor.





















SUMÁRIO

|1. |Introdução.................................................................................................... |08 |
|1.1. |Contextohistórico......................................................................................... |08 |
|1.2. |Características do estilo da época................................................................ |08 |
|2. |Estudo crítico do autor – Machado de Assis................................................. |10 |
|2.1. |Narrador e foco...
tracking img