Estudo dirigido

FACULDADE DO MARANHÃO – FACAM DISCIPLINA: EMPREENDEDORISMO E PLANO DE NEGÓCIO I PROFª MILENA OLIVEIRA EMPREENDEDORISMO 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS - Século XX: marcado por transformações que culminaramcom a transformação do Estado de promotor do bem estar social para um Estado neoliberal. - Nesse contexto, houve o abandono do modelo fordista, centrado na produção em massa e em larga escala. Acrise do modelo fordista representou, na verdade, a crise fiscal do Estado. - Para tanto foram adotadas medidas de ajustes como forma de adequação ao novo arranjo institucional emergente, quais sejam:desregulamentação dos mercados, abertura comercial e financeira, privatização de empresas públicas, reforma liberal do Estado, flexibilização do mercado de trabalho, estabilização monetária. - Cumpreressaltar que, ao submergir determinado modelo surge logo após e/ou concomitantemente outro no lugar. Foi o que ocorreu no caso do fordismo que, frente as novas configurações do sistema capitalista, deulugar ao modelo toyotista. - Segundo Ricardo Antunes (apud Santos, 2009, p.114), as principais características do toyotismo seriam:  Processo produtivo flexível: o trabalhador é polivalente e operavárias máquinas ao mesmo tempo. O contraste com o fordismo se estabelece na medida em que, sob este último, o trabalhador era especialista, cumpria uma só função, diante da linha de produção.  Trabalhoem equipe: um conjunto de operários opera um conjunto de máquinas e busca soluções, em conjunto, para eventuais problemas, formando-se uma integração horizontal na organização da produção. No sistemafordista, o operário da linha de produção remetia-se a seu supervisor imediato, este a seu gerente, e assim sucessivamente, segundo a hierarquia da empresa. Tal organização constituía uma integraçãovertical no processo produtivo.  Produção em pequena escala: de produtos diferenciados, dirigidos a consumidores específicos (ou a nichos de mercado), ao passo que, no fordismo, produziam-se...