Estudo de caso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2042 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]UCAM – CENTRO.

Curso de Graduação em Engenharia de Produção.
Introdução à Engenharia de Produção.

Estudos de casos:

O HENRY FORD DA OFTAMOLOGIA.
A produção de alto volume pode ser encontrada em algumas situações surpreendentes – até em cirurgia. Nem todas as cirurgias atendem às prescrições do ¨artesão ¨ superindividual, auxiliado por sua equipe, desempenhando aoperação total, desde a primeira incisão à sutura final. De fato, muitos procedimentos cirúrgicos são poucos rotineiros. Entretanto, pode haver alguns exemplos de cirurgias bastantes rotineiras, como nas clínicas russas de cirurgia ocular Svyatoslav Fyodorov.

Fyodorov tem sido chamado o ¨ Henry Ford da Oftalmologia ¨ e seus métodos são, de fato, mais parecidos com a linha de montagem deautomóveis do que com as salas de operações convencionais. Ele especializou-se em um procedimento cirúrgico revolucionário para tratar a miopia denominada caratotomia radial. No tratamento, a curvatura da córnea é cirurgicamente corrigida – procedimento ainda controvertido entre alguns profissionais, mas de muito sucesso, segundo Fyodorov. De sua sede em Moscou, ele controla nove clínicas em toda a Rússia.A origem de sua fama não é apenas o tratamento; outros cirurgiões oculares do mundo desempenham procedimentos similares. É a maneira que organiza o trabalho de cirurgia. Oito pacientes são posicionados em um círculo móvel, organizados como raios de uma roda em torno de seu eixo central, apenas com os olhos descobertos. Seis cirurgiões, cada um com sua própria ¨ estação ¨ de trabalho, sãoposicionados em torno do círculo, de modo que possam acessar os olhos dos pacientes. Após determinado cirurgião executar sua parte na operação, o paciente é movimentado para a fase seguinte, em sentido circular. Os cirurgiões examinam os pacientes para checar se a etapa anterior da operação foi realizada corretamente, antes de iniciarem suas próprias tarefas. Cada atividade da cirurgia émonitorada em telas de TV e os cirurgiões comunicam-se através de microfones-miniaturas e fones de ouvido.

PEAN, P. How to get rich on prestroika. Fortune, 8 may, 1989. P. 95-96 e VISION FACTORY. National Geographic, Nov. 1993.

TNT – O GRUPO DE TRANSPORTE MUNDIAL

Para ilustrar os três papéis da função produção, examinaremos o caso da empresa de transporte TNT.

A TNTLimited é um dos mais conhecidos grupos de transporte internacional, dedicado principalmente ao transporte de pacotes e pequenas cargas. Fornece serviços regionais na Europa, Américas do Norte e do Sul e Oceania e também serviços globais de transporte de carga para quase todos os destinos. O grupo emprega mais de 53.000 pessoas em todo mundo. Os principais negócios da TNT são cargas em geral, cargaexpressa rodoviária e aérea e serviços especializados, incluindo cargas a granel, manuseio de materiais, transporte de autos, transporte refrigerado, transporte de rejeitos industriais, distribuição de produtos e apoio logístico. O grupo está também diretamente envolvido em operações de transporte de passageiros e de carga aérea, leasing de aviões, turismo e administração de hotéis de lazer(resorts).

A face internacional mais familiar do grupo é seu TNT Skypack International Express – conjunto de serviços que transporta e entrega pacotes, cargas e objetos em cerca de 190 países. O serviço Express Courier usa uma rede de computadores on-line, ligando todas as partes de suas operações para a comunicação de dados em tempo real e para acesso às informações vitais de embarque. O sistemade informações TNT Skytrak também atende ao consumidor, a partir do ponto de coleta de carga, movimentação de encomendas e rota, até o rastreamento para provar e entrega. O Mailfast´s Premium Letter Service oferece recibo de entrega assinado. O Express Post Service é preparado para competir com os serviços urgentes dos correios.

O propósito do grupo em longo prazo é fornecer um...
tracking img