Estudo comparativo taylor e fayol

[pic]

Estudo comparativo entre taylor e fayol
“MECANISISTA X HUMANISTA”

SÉRGIO MIGUEL ARCANJO - RA 831509

GUARULHOS
MARÇO - 2009
sérgio miguel arcanjo

Estudo comparativo entre taylor e fayol
“MECANISISTA X HUMANISTA”

Trabalho apresentado ao Curso de Pós Graduação em Recursos Humanos da Faculdade ENIAC para a disciplina, A Influência dasEscolas de Administração na Gestão de Pessoas de Recursos Humanos.
Prof. Camargo de Araujo

ENIAC

GUARULHOS - MARÇO 2009

INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como objetivo principal apontar as diferenças no ponto de vista de cada autor, mostrando a metodologia utilizada por ambos para determinar seus estudos, teorias e idéias que revolucionaram os modelos deorganizações existentes na época, tornando-as mais produtivas, flexíveis e lucrativas.

Taylor, com sua visão mecanisista trabalhou a produtividade do trabalho industrial, pela eliminação do desperdício e ociosidade, racionalização. Idéia de que a eficiência aumenta com a especialização, ignorava os efeitos da fadiga, aspectos psicológicos e fisiológicos, o homem é visto como máquina.Fayol parte de um ponto de vista oposto a Taylor, adota o estilo humanista, afastando a idéia de rigidez. Tudo em administração é questão de medida, ponderação e bom senso,

FREDERICK WINSLOW TAYLOR (1856 – 1915)

Taylor foi o fundador da moderna administração de empresas. Como engenheiro-chefe das fábricas de aço Midway, na Filadélfia, após estudar os conceitos de temporalidade emovimento na produção, introduziu, em 1881, um método para aumentar a produtividade, baseado na racionalização da produção em série, que revolucionou a organização da empresa: o processo de produção passava a ser subdividido em pequenos segmentos, que eliminavam todo o tipo de movimentos supérfluos, poupando assim tempo e acelerando o ritmo. Para isso, passou a ocupar-se dos critérios da seleçãode pessoal e da sua formação, desenvolvendo um sistema de salários orientado de modo a concretizar o seu objetivo. Autodidata, conseguiu diplomar-se como engenheiro e, em 1890, tornou-se Diretor da Manufacturing Investment Company. Trabalhou mais tarde para algumas fábricas de aço, que utilizaram o seu sistema de racionalização da produção. Participou, a partir de 1900, no desenvolvimento de novastécnicas para a produção de aço. Em 1906, foi eleito presidente da Associação Americana de Engenheiros Mecânicos.

TEORIA DA ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA

          No primeiro período de sua obra, Taylor dedicou-se à racionalização do trabalho operário através do Estudo dos Tempos e Movimentos, sua teoria seguiu um caminho de baixo para cima e das partes para o todo. Concluiuque a remuneração deveria estar ligada à produtividade, pagando melhor quem mais fizesse.

Características:
- Pagamento aos operários era feito por tarefa.

- Análise e decomposição das tarefas de cada operário.

- Racionalização do trabalho.

- Pagamento baseado na produtividade.

O segundo período caracterizou-se pela definição dos princípios deadministração que poderiam ser aplicados a todas as situações da empresa. Taylor considerava o empregado vadio, negligente e irresponsável; entre outras coisas, defendia a racionalização do trabalho operário e, em função disto, a reestruturação geral da empresa.

Dito de outra forma: no segundo período houve a aplicação da racionalização do trabalho com a finalidade de evitar os problemasadministrativos da época:

a) vadiagem ocasionada por:
- medo de perder emprego;
- pagamento por tarefa;
- métodos ineficientes.

b) desconhecimento pela gerência dos tempos de produção.

c) diversidade de técnicas de trabalho - falta de método uniforme.

ORGANIZAÇÃO RACIONAL DO TRABALHO

Os principais aspectos da Organização Racional do Trabalho (ORT)...
tracking img