Estudo comparativo entre a empresa ccr e ecorodovias no ambito financeiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1813 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário

Sumário Executivo 2
Introdução Grupo CCR 3
Análise Econômico-Financeira 4
Introdução EcoRodovias 6
Análise Econômico-Financeira 7
Comportamento das ações em relação ao Ibovespa 9
Análise comparativa entre as empresas 9
Fontes utilizadas 10
Grupo 10








Sumário Executivo
Este relatório tem por objetivo, apresentar informações e análises econômico-financeira, eauxiliar investidores, através da análise fundamentalista de duas empresas que atuam no setor de transporte (exploração de rodovias), no caso, o Grupo CCR e EcoRodovias).
O Grupo CCR atua nos segmentos de concessão de rodovias, mobilidade urbana e serviços, sendo uma das maiores empresas de concessão de infraestrutura do mundo. Atualmente, a mesma é responsável por 2.437 quilômetros de rodoviasnos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. O Grupo, que atualmente, possui valor de mercado, superior a R$ 20 Bilhões, também possui participação no Capital Social da STP (38,25%). A STP opera os meios eletrônicos de pagamento Sem Parar e Via Fácil. A composição acionária do Grupo CCR está divida da seguinte forma: Grupo Soares Penido (17,22%); Grupo Camargo Corrêa (17%); Grupo AndradeGutierrez (17%); Ações negociadas na BM&FBovespa (48,78%), sob o código, CCRO3.
Já a EcoRodovias é uma companhia de infraestrutura logística integrada, que opera ativos de logística intermodal, concessões rodoviárias e serviços correlatos. Atualmente a empresa conta com cinco concessões rodoviárias. Suas principais operações estão localizadas nos Estados de São Paulo e Paraná. Atualmente, suacomposição acionária, está divida entre o Grupo CR Almeida (45%), Impregilo Internacional Infrastructures N.V. (29,02%) e o restante, encontra-se em Freefloat. A ação desta empresa é negociada sob o códico ECOR3.
Devido a uma malha rodoviária mal dimensionada e um processo de urbanização desordenado, o Brasil enfrenta dificuldades em seu nível de produtividade, pois não consegue adequar sua capacidadeprodutiva à infraestrutura de seus centros. Sendo assim, esta falta de infraestrutura, representa um enorme entrave logístico para nossa economia.
De acordo com a ABCR, apenas 7% da malha rodoviária nacional pavimentada (15.138 km), estão sob operação da iniciativa privada. O setor, que atualmente conta com 53 concessionárias em atividade, tem ainda um enorme potencial para investimentos e expansãode suas atividades, em função do que foi mencionado acima. Investimento em infraestrutura no Brasil será vital para um crescimento sustentável de longo prazo.



Grupo CCR
Introdução
O Grupo CCR foi criado a partir da unificação de ações detidas por grandes grupos nacionais. A companhia abriu capital em 2000 e realizou emissão primária de ações (IPO) em 2002, quando foi a primeira companhia aaderir ao Novo Mercado da Bolsa de Valores (BM&FBovespa). Hoje, o Grupo integra os mais importantes índices do mercado acionário brasileiro: IBRX-50 (que lista as 50 ações com maior liquidez da Bolsa), o Índice de Ações com Tag Along, o Índice de Governança Corporativa (IGC), o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) e o Ibovespa (Ibov).
Atualmente, seu Capital Social, está divido daseguinte forma:

Fonte: Adaptação (www.grupoccr.com.br)
Faz parte do planejamento estratégico do Grupo a diversificação de seu portfólio e atuação em novos negócios. Seguindo essa estratégia, além de possuir a concessão para exploração de rodovias como a Presidente Dutra e Via Lagos, a CCR possui 58% de participação da ViaQuatro (empresa que opera e mantêm a Linha 4 Amarela do metrô de São Paulo),além de 45% do Capital Social da Concessionária Controlar, responsável pela inspeção veicular ambiental em toda frota da cidade de São Paulo. Possui ainda, participação em 3 (três) aeroportos no exterior.
Recentemente, visando diversificar ainda mais seu portfólio, após dois anos de negociações, o Grupo adquiriu 80% das ações da concessionária Barcas S.A., por R$ 72 milhões. Os demais 20%...
tracking img