Estudante

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1060 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O mito da caverna

Platão em seu diálogo metafórico do mito da caverna, nos leva ao questionamento do nosso comodismo em relação ao conhecimento para nós transmitido. Conhecimento este que pode ser de caráter científico, religioso, empírico, ou mesmo nossos próprios hábitos e culturas. Quantas vezes nos prendemos em opiniões pré-estabelecidas (não necessariamente por nós mesmos), ao que dizrespeito a muitas coisas em nossas vidas? Quantas vezes não temos opiniões tão sólidas, de tal forma que nos fechamos à consciência para novas visões a partir de outras perspectivas? Aqueles homens presos na caverna acreditavam que seu mundo era apenas aquilo que conheciam e que o que ali viviam era o real. Inestimavam a possibilidade de uma nova vida, e da existência de “outros seres” que não assombras tão bem conhecidas por eles.
O mito da caverna nos leva a perceber que, mediante a ignorância, torna-se proporcionalmente mais difícil a compreensão em entender o que é real, além de contribuir para o desinteresse da busca de novas experiências. Muitos de nós ainda estamos presos dentro da caverna, acreditando apenas naquilo que se vê, que se conhece, que se sabe comprovadamente – e queesta evidência não precisa ser questionada. Sábio aquele que reconhece que do universo e do que nele existe sabes muito pouco. É virtuoso quem reconhece que quanto mais se sabe, mais se tem a aprender. “O primeiro dever da inteligência é duvidar de si mesma” (Albert Einstein). Ora, mesmo se no ápice da ignorância, és capaz de concordar que deste universo sabes o mínimo possível, por que duvidardaquilo que é desconhecido? As pessoas têm esse medo de se abrirem para o novo. Ao que é incógnito.
Platão em determinado trecho de seu conto, enfatiza o sofrimento de um homem no momento da descoberta da verdade. Se, o homem que foi liberto, conhecia apenas aquela situação, preso dentro de uma caverna, de rosto fixo a parede e enxergando apenas sombras, como não sofreria diante do descobrimento de ummundo novo, bonito e cheio de cores? Como não ficar perdido quando tudo aquilo que lhe parecia real, na verdade existia em outra perspectiva totalmente diferente e melhor? Seria aquela nova visão a verdadeira ou apenas uma ilusão? Este sofrimento está relacionado com o conhecimento retido pelo tal homem. Quando algo é novo e desconhecido para nós, temos dificuldades de entender o que se passa ecomo se passa, sendo que muitas vezes preferimos desistir e continuar na situação em que nos encontramos, por ser mais fácil. Entretanto, a busca pelo conhecimento e por novas experiências podem levar-nos ao mundo real– o lado de fora da caverna (melhor de viver, mais belo e satisfatório. Que nos proporciona mais felicidade). Às vezes, o despreparo para a compreensão de certas variáveis pode sertorturador de início, mas que com o nosso esforço e dedicação podemos nos habituar e, no momento certo, percebermos que ali é onde se encontra o que pode ser melhor para nós.
Platão relata o sol de uma forma especial, dando a ele uma ideia de algo do bem, pureza, felicidade, e de que ele governa tudo neste planeta, inclusive os “seres” que costumavam aparecer na parede da caverna.
Uma vezliberto da caverna (da vida em que se vivia) nunca mais deseja-se retornar àquela situação. É preferível sofrer por tudo que for possível, mas em liberdade (no mundo real), do que ser exaltado e invejado dentro de um mundo ilusório. Esta conotação, de uma forma genérica, pode representar a realidade de muitas pessoas em relação às ilusões nas quais vivem muitos dos homens. Pode ser o ex usuário dedrogas que, uma vez liberto e ciente do sofrimento por qual passara, nunca mais queira regressar àquela vida. Poderia representar também os céticos, que após determinada experiência de vida passam a enxergar o mundo com outros olhos. Ou poderia mesmo ser aqueles que dotados de ignorância, se negam ao conhecimento. Seja por preguiça ou por não acreditarem nas mudanças que este pode fazer em suas...
tracking img