Estetica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5954 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Relação entre estressores – Margis et alii

Relação entre estressores, estresse e ansiedade

Regina Margis* Patrícia Picon** Annelise Formel Cosner*** Ricardo de Oliveira Silveira****

1. INTRODUÇÃO O termo estresse denota o estado gerado pela percepção de estímulos que provocam excitação emocional e, ao perturbarem a homeostasia, disparam um processo de adaptação caracterizado, entreoutras alterações, pelo aumento de secreção de adrenalina produzindo diversas manifestações sistêmicas, com distúrbios fisiológico e psicológico. O termo estressor por sua vez define o evento ou estímulo que provoca ou conduz ao estresse.1 Em 1936 o fisiologista canadense Hans Selye introduziu o termo “stress” no campo da saúde para designar a resposta geral e inespecífica do organismo a um estressorou a uma situação estressante. Posteriormente, o termo passou a ser utilizado tanto para designar esta

* Psiquiatra, mestranda em Bioquímica (UFRGS). ** Psiquiatra, professora assistente do Departamento de Psiquiatria FAMED-PUCRS. *** Psiquiatra, psiquiatra do Ambulatório de Transtornos de Ansiedade do Hospital São Lucas. **** Psiquiatra, mestrando em Psiquiatria (UFRGS) e membro do corpoclínico do Prontopsiquiatria – CISAME.

resposta do organismo como a situação que desencadeia os efeitos desta.1,2 A resposta ao estresse é resultado da interação entre as características da pessoa e as demandas do meio, ou seja, as discrepâncias entre o meio externo e interno e a percepção do indivíduo quanto a sua capacidade de resposta. Esta resposta ao estressor compreende aspectos cognitivos,comportamentais e fisiológicos, visando a propiciar uma melhor percepção da situação e de suas demandas, assim como um processamento mais rápido da informação disponível, possibilitando uma busca de soluções, selecionando condutas adequadas e preparando o organismo para agir de maneira rápida e vigorosa. A sobreposição destes três níveis (fisiológico, cognitivo e comportamental) é eficaz até certolimite, o qual uma vez ultrapassado, poderá desencadear um efeito desorganizador2. Assim, diferentes situações estressoras ocorrem ao longo dos anos, e as respostas a elas variam entre os indivíduos na sua forma de apresentação, podendo ocorrer manifestações psicopatológicas diversas como sintomas inespecíficos de depressão ou ansiedade, ou transtornos psiquiátricos definidos, como por exem-Recebido em 24/01/2003. Revisado em 11/03/2003. Aprovado em 18/03/2003.

65

R. Psiquiatr. RS, 25'(suplemento 1): 65-74, abril 2003

Relação entre estressores – Margis et alii

plo o Transtorno de Estresse Pós-Traumático3. O presente trabalho tem por objetivo relatar os achados de literatura reunidos por grupo de estudos do XVI Ciclo de Avanços em Clínica Psiquiátrica , a ser realizado em 13de abril de 2003, em Porto Alegre. O foco de interesse foi o estudo da relação entre estresse, eventos de vida estressores e sintomas de ansiedade. Não sendo propósito do grupo estudar a relação entre eventos traumáticos e transtornos já descritos e categorizados segundo a Classificação Internacional de Doenças (CID – 10)3, como o transtorno de estresse pós-traumático, reação aguda ao estresse,reação de ajustamento ao estresse e alteração de personalidade após experiência catastrófica. O grupo utilizou o sistema de busca on-line nas bases de dados MEDLINE e LILACS, no período de 1994 a janeiro de 2003. Os termos de busca foram life-events, stress, anxiety. Cabe salientar a relativa escassez de trabalhos localizados na área de interesse. 2. ESTRESSORES As situações ambientais podem serprovocadoras de estresse e agrupadas como: acontecimentos vitais (life-events), acontecimentos diários menores e situações de tensão crônica. Os chamados life-events, estudados pela primeira vez por Holmes e Rahe em 1967 2, têm sido um grande foco da epidemiologia psiquiátrica nas últimas décadas. Na literatura, os lifeevents têm sido nomeados como acontecimentos vitais, eventos de vida, eventos...