Estetica psicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7186 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 5
2 OBJETIVO 7
3 REVISÃO DA LITERATURA 8
3.1 Célula: suas organelas e funções 8
3.2 Sistemas Fisiológicos 12
3.2.1 Sistema Músculo – esquelético 12
3.2.1.1 Efeito do envelhecimento no músculo esquelético 14
3.2.1.2 Efeito da caminhada no sistema músculo esquelético 14
3.2.2 Sistema Circulatório 15
3.2.2.1Configuração cardíaca interna 17
3.2.3 SistemaLinfático 17
3.2.4 Sistema Endócrino 20
3.2.4.1 Mecanismos de ação hormonal 21
3.3 Recursos Estéticos Manuais 23
3.3.1 Massagens / Drenagem Linfática 23
3.3.1.1 Massagem Modeladora 23
3.3.1.2 Drenagem Linfática 24
3.3.2 Técnicas Estéticas Corporais Manuais 25
3.3.2.1 Banho de Lua 25
3.3.2.2 Esfoliação 26
4 MATERIAS E MÉTODOS 27
5 CONCLUSÃO 27
6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 28
ANEXO31
1 INTRODUÇÃO
Ao começarmos falando sobre a importância da estética nos dias atuais é interessante sabermos como tudo começou, que a busca por um corpo perfeito existe desde os primórdios dos tempos.
Embora de difícil definição, poderíamos conceituar a beleza como a qualidade daquilo que é harmônico, de proporção, simétrico, imponência que disputa sentimentos de êxtase, admiração através desensações visuais. Mas o conceito de beleza é muito subjetivo podendo variar com a época e cultura de cada povo. Ao longo da história da humanidade, os padrões de beleza têm sofrido inúmeras mutações. No início das civilizações o belo feminino era onde as mulheres tinham formas volumosas, seios fartos e pélvis largas isso porque significava status, era a forma de provar farta alimentação ereprodução. Foi nessa época que os recursos naturais foram utilizados para criar produtos para a beleza, recebendo o nome de cosmético. Cerca de 500 anos antes de Cristo, a civilização egípcia já valorizava o corpo tanto masculino como feminino, estimulando a sensualidade e influenciando a cultura Greco-romana.
Os gregos expressavam a direção ao belo através de Afrodite a personificação da beleza e deusado amor carnal. Apreciavam também a beleza masculina através de Apolo, o deus da luz, Eros o deus do amor e desejo carnal, um jovem de rara beleza e Narciso um jovem tão belo que ao se ver nas águas se apaixonou por si mesmo. De uma forma menos intensa os romanos apreciavam a estética, cultuavam Vênus, a deusa romana da beleza e do amor carnal.
Os mais antigos textos Bíblicos confirmam que abeleza física era apreciada. Nas escrituras hebráicas registram que embora fosse idosa Sara, esposa de Abraão, era uma “mulher de formosa aparência” e Saul “era tão belo, que entre os filhos de Israel não havia outro mais belo do que ele”. Os padrões de beleza sofreram várias mutações ao longo do tempo, o fato é que os povos na Antiguidade souberam muito registrar seu amor à estética, deixando sua artegravada em pedras como verdadeiras obras de arte. A partir do século XV os padrões de beleza conheceram novos diferenciais. Nessa época a falta de higiene e odor corporal proporcionou o surgimento de fragrâncias, fazendo parte importante da economia francesa. Durante os séculos XVII e XVIII, na idade moderna surgiu a moda das perucas cacheadas, rostos empoados de cosméticos, azeites, pomadas,depilatórios, sabonetes, a esposa de Napoleão, também tornou-se símbolo de beleza. No final do século XIX, estavam consolidadas no mercado internacional diversas empresas do ramo da estética (MAGALHÃES, 2008).
Essa sofrida revolução feminina, foi acompanhada pelo crescimento da indústria cosmética mundial e nacional. O crescente aumento do consumo de cosmético foi uma característica do século XX. Osconhecimentos sobre a fisiologia cutânea eram rudimentares e os conceitos sobre a pele era de uma simples cobertura de proteção, sem maior atividade funcional. Essa nova realidade tem levado a indústria a contratar profissionais capazes de responder às suas necessidades de qualidade. O profissional esteticista, além de possuir habilidade manual, deve conhecer os fundamentos científicos das...
tracking img