Estagio curricular i pedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9909 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL – ULBRA
EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
CURSO DE PEDAGOGIA EAD

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR II
PRÁTICA DE ENSINO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

CAMILA MARKUS

LAJEADO - RS
2011
CAMILA MARKUS

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR II
PRÁTICA DE ENSINO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Relatório necessário para obtenção parcial da graduação do Cursode Pedagogia: Magistério da Educação Infantil e Anos Iniciais do ensino Fundamental, pela Universidade Luterana do Brasil, Polo Lajeado.

Profª Regente: Ms. Maria Elaine Safons Rodrigues
Profª Tutora Presencial: Karem Regina Erbes

LAJEADO - RS
2011
DEDICATÓRIA

Agradecer é admitir que houve um momento em que se precisou de alguém: é reconhecer que o homem jamais poderá lograr parasi o dom de ser auto-suficiente. Ninguém e, nada cresce sozinho. Sempre é preciso um olhar de apoio, uma palavra de incentivo, um gesto de compreensão, uma atitude de amor.
Portanto primeiramente quero agradecer a Deus, pela força e coragem que me manteve neste caminho, pelas dificuldades vencidas, pelas lições aprendidas, pelas conquistas e pelos sonhos concretizados.
Agradeçotambém a minha Professora Tutora Presencial Karem Regina Erbes que me guiou para além das teorias, das filosofias e das técnicas, levando-me a desvendar, cada passo, novas possibilidades.
Dedico este trabalho aos meus pais: Ideti Maria Markus e Raul Markus, a quem honro, pelo esforço com o qual sempre tiveram comigo, por me apoiarem e me incentivarem a sempre estudar e não desistir.
Dedicotambém ao meu namorado: Jonas Azevedo da Costa pelo reconhecimento à minha profissão, sabendo dos desafios do educador no contexto atual, pelo incentivo na busca de novos conhecimentos, por ter permanecido ao meu lado, me incentivando a percorrer este caminho, por compartilhar angústias e dúvidas estendendo sua mão sempre que precisei. A vocês, que compartilharam de meus ideais e porque me amaramo suficiente para compreender minhas ausências e ao mesmo tempo me encorajar cada vez mais, acreditando que sou capaz.
A vocês, o meu sonho, o meu abraço, o meu amor eterno!

Perguntas de criança...

Há muita sabedoria pedagógica nos ditos populares. Como naquele que diz: “É fácil levar a égua até o meio do ribeirão. O difícil é convencer ela a beber a água...” De fato: se a égua nãoestiver com sede ela não beberá água por mais que o seu dono a surre... Mas, se estiver com sede, ela, por vontade própria, tomará a iniciativa de ir até o ribeirão. Aplicado à educação: “É fácil obrigar o aluno a ir à escola. O difícil é convencê-lo a aprender aquilo que ele não quer aprender...”.
Às vezes eu penso que o que as escolas fazem com as crianças é tentar força-las a beber a água queelas não querem beber. Brunno Bettelheim, um dos maiores educadores do século passado, dizia que na escola os professores tentaram ensinar-lhe coisas que eles queriam ensinar, mas que ele não queria aprender. Não aprendeu e, ainda por cima, ficou com raiva. Que as crianças querem aprender, disso não tenho a menor dúvida. Vocês devem ser lembrar do que escrevi, corrigindo a afirmação com queAristóteles começa a sua “Metafísica”: “Todos os homens, enquanto crianças têm, por natureza, desejo de conhecer...”.
Mas, o que é que as crianças querem aprender? Pois, faz uns dias, recebi de uma professora, Edith Chacon Theodoro, uma carta digna de uma educadora e, anexada a ela, uma lista de perguntas que seus alunos haviam feito, espontaneamente. “Por que o mundo gira em torno dele e do sol? Por quea vida é justa com poucos e tão injusta com muitos? Por que o céu é azul? Quem foi que inventou o Português? Como foi que os homens e as mulheres chegaram a descobrir as letras e as sílabas? Como a explosão do Big Bang foi originada? Será que existe inferno? Como pode ter alguém que não goste de planta? Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha? Um cego sabe o que é uma cor? Se na Arca de Noé...
tracking img