Est4d6 das s634c6es

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1170 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
2- FUNDAMENTAÇÃO TEORICA
As soluções são definidas como misturas homogêneas entre um soluto (disperso, em menor quantidade) e um solvente (dispersante, em maior quantidade). (Russel, John Blair; p. 502)
O solvente é aquele que está em maior quantidade na solução. É o estado físico do solvente que determina o estado físico da solução.
Em relação à saturação:
A solução saturada é aquela queestá em equilíbrio com excesso de soluto, ou seria se estivesse presente excesso de soluto.
A solução insaturada é aquela que tem uma concentração de soluto menor do que a de uma solução saturada.
A Solução supersaturada é aquela em que a concentração do soluto é maior do que a da solução saturada. É uma solução instável e seu soluto tende eventualmente a se cristalizar, mas com um superresfriamento o líquido tende eventualmente a se cristalizar. (Russel, John Blair; p. 516 à 518)
Quanto ao tipo de partícula:
Soluções moleculares – São soluções formadas por solutos moleculares e não conduzem correntes elétricas, sendo classificadas como soluções não-eletrolíticas.

Exemplo: ar atmosférico; açúcar em água.

Soluções iônicas – Formadas por solutos que possuem carga (íons, íonsfórmulas); são capazes de conduzir corrente elétrica, formando soluções eletrolíticas.

Exemplo: ácidos; bases; sais.

Apesar de os ácidos serem compostos moleculares, ionizam-se (reação química), em meio aquoso, formando íons. As soluções assim formadas são classificadas como iônicas.

As partículas dispersas: são moléculas ou íons comuns, têm diâmetro menor que 1 nm /10dispersão coloidal,as partículas dispersas têm diâmetro entre 1 e 100 nm, são agregados de moléculas ou de íons comuns, ou macromoléculas, ou macroíons isolados, não se sedimentam sob a ação da gravidade, nem sob a ação dos centrifugadores comuns, mas sim sob a ação de ultracentrifugadores , não são retidas por filtros comuns, mas o são por ultrafiltros.
Na suspensão: as partículas dispersas têm diâmetro maior que100 nm, são agregados de moléculas ou de íons, sedimentam-se pela ação da gravidade ou dos centrifugadores comuns, são retidas pelo filtro comum e são detectadas a olho nu ou com o auxílio de microscópios comuns. (ATKINS, P.; JONES, L.)
Classificação das soluções
Quanto ao estado físico:
o Sólidas
o Líquidas
o Gasosas
Quanto à condutividade elétrica:
o Eletrolíticas ou iônicas
oNão-eletrolíticas ou moleculares
Quanto à proporção soluto/solvente:
o Diluída
o Concentrada
o Não-saturada
o Saturada
o Supersaturada
Tipos de concentração (Russel, John Blair; p.506 a 510)
% em massa:
_massa de soluto_
massa de solução X 100
% em volume:
_volume de soluto_
volume de solução X 100
(só é usada quando soluto e solvente são ambos líquidos ou ambos gasosos)Concentração em g/L:
massa de soluto em gramas
volume de solução em litros
Concentração em mol/L:
_quantidade de soluto (mol)_
volume de solução em litros
Concentração em molaridade:
_quantidade de soluto (mol)_
massa do solvente em kg

Concentração em fração molar de soluto:
_quantidade de soluto (mol)_
quantidade de solução (mol)



(Russel, John Blair; p.506 a 510)3- OBJETIVO

O experimento propõe realizar cálculo de concentrações e preparar soluções com diferentes concentrações.











































4- PARTE EXPERIMENTAL
a) Material Utilizado
Aparelhagem
B
Vidrarias
P
Reagentes
F
Equipamentos/ Outros Materias
L
b) Procedimento
P

5- RESULTADOS
Preparo de soluções
a)Preparo de uma solução de CuSO4.5H2O 5 % (m/v)

O preparo de uma solução de CuSO4.5H2O com 5% (m/v) .Está querendo dizer que 5% do volume da solução é a massa do soluto. Então assim pode-se dizer que para um volume de 50mL necessita de 2,5g de CuSO4.5H2O :
1000 mL --------- 1 Kg
50mL --------- X
X = 50g de massa da solução

Título = Massa do soluto
Massa da...
tracking img