Esse cara sou eu

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (708 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Artigo da Semana - Seca: Uma calamidade previsível?
[pic]
"Quem quer fazer alguma coisa encontra um meio.
Quem não quer fazer nada, encontra uma desculpa.” Roberto Shinyashiki.

Depois de longosoito meses voltou a chover no nordeste baiano. Chuvas ainda esparsas. Como diz o nosso homem do campo: são “chuvas de manga”, ou seja, chove em alguns lugares, em outros não. A sabedoria popular dizque chuva na sexta feira santa é um bom prenuncio de inverno bom e com safra.
A mídia tem divulgado nas últimas semanas o intenso calor na nossa região, no vizinho estado de Sergipe e no sertão deAlagoas. Lembro-me de quantas vezes já vi essa cena: plantações perdidas, animais mortos de fome e sede, famílias e mais famílias sem ter o que comer e mendigando por alguns poucos litros d’água quechegam de tempos em tempos nos carros pipa. Isso quando tem carro pipa. Dezenas de milhares de homens e mulheres migram para as cidades médias e grandes centros para fugir do flagelo da seca. Sonhos sãodestruídos. Famílias são desestruturadas. Só resta a terra abandonada, em processo de desertificação.
[pic]
Estudos científicos indicam que com o aquecimento global as mudanças climáticas afetarãoainda mais o semi-árido nordestino. Nesta situação, a temperatura média para o Nordeste deve subir até 5°C nos próximos 50 anos. Os ciclos de seca serão mais intensos e freqüentes. As áreas em processode desertificação irão mais que triplicar de tamanho. O dado novo e perverso é que o fenômeno agravará a tendência de migração da região da população mais carente. Vilas e povoados podem desaparecer.As médias e grandes cidades terão agravados os seus problemas estruturais de habitação, saneamento, saúde publica e educação. O impacto econômico negativo alargará o abismo entre o nordeste e o sul esudeste.
Não vamos nos enganar: o Nordeste é hoje responsável por 14 % do PIB nacional com mais de R$ 300 bilhões/ano e tem direito a uma infra-estrutura que garanta um mínimo de cidadania à sua...
tracking img