Espiritismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2848 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Referência: http://pt.wikipedia.org/wiki/Martin_Dreher
Dado do auto: Martin Norberto Dreher (Montenegro, 1945) é um pastor luterano, professor e historiador brasileiro.
Cursou teologia na Faculdade de Teologia da IECLB, formando-se em 1970. Depois doutorou-se em história da igreja, pela Ludwig-Maximilians Universtät, em Munique, 1975. Foi professor de teologia e pastor em diversas paróquias daIECLB.
É professor de História da UNISINOS, tem diveras obras vinculadas à história da Reforma do século XVI, da igreja na América Latina, história da colonização e imigração na América Latina, principalmente germânica.

A crise e a renovação da igreja no período da reforma
Antecedentes da reforma
As origens da reforma em um sentido bastante amplo devem ser procuradas no processoemancipa tório do final da idade média, que levou à idade moderna. Nesse sentido, a Reforma deve ser vista como um período entre a idade média e a idade moderna. a idade média é um período de sutil equilíbrio entre sacerdócio e império. o próprio papado contribui para pôr o fim a ele. Para assegurar a independência da igreja, o papado buscou enfraquecer o poder do império. Em conseqüência, os papaschegaram até assumir o comando político do mundo ocidental de então. Quanto mais, porém, o papado ampliava seu poder no âmbito temporal, tanto mais oposição encontrava em um mundo no qual sobressaíam as diferenças nacionais e que lutava por autonomia.
Por isso, devemos ver a Reforma do século XVI como resposta verdadeiramente revolucionária ao fracasso da reforma do século XVI E XV Houve nelatentativas de fazer voltar a roda da história, buscando fazer a igreja retornar às situações primitivas da igreja antiga, como podemos constatar em Thomas Muntzer e nos anabatistas.
Raízes restritas
A origem da reforma e suas raízes mais Rita devem ser procuradas no papado renascentista, nos descalabros existentes no clero e nos abusos em relação ao povo, nas incertezas dogmáticas e na vidareligiosa.
A situação do clero não era melhor do que a do papado. Não penso no concubinato dos sacerdotes havia regiões em que o vício era tão comum, que os fiéis não mais se chocavam com eles. o problema residia em outro lugar: para a maior parte do clero, a igreja era vista como sendo de sua propriedade. era propriedade da qual se auferiam dividendos e prazeres quando criava uma paróquiaou um bispado, o determinante não era preocupação com o culto e com a cura d’ almas, mas o desejo de realizar uma boa obra e obter, com isso, para si mesmo para sua família parte nos tesouros da graça.
Se não havia preocupação com o espírito religioso ou com a cura d’ almas, havia grande preocupação em relação ao dinheiro. Cúria buscava por todos os meio cobri o seu gasto Criou para tantosistema da taxas, impostos, doações e penitência.
Incerteza teológica
O período anterior à reforma foi de grande incerteza teológica. As principais controvérsias teológicas pendentes são geralmente resumidas ás temáticas da justificação por graças e fé porém essa temática é decorrente de indefinições em outras áreas da teologia. Lembro aqui a questão relativa à visão de deus, da imagem quese tem de Deus. Essa visão, por seu turno, estar intimamente relacionada com questão das cristologia, pois dizer quem é Deus esta intimamente com a pergunta: Quem é Jesus cristo, A isso novamente está relacionado a doutrina da penitência.
O segundo tipo de eclesiologia do final da idade média é o conciliar ismo. Os papalistas havia desenvolvendo sua eclesiologia a parti da cúpula da igreja,chegando a identificar a mesma com essa cúpula. O que permaneceu foi à concepção de que o concílio geral é a representação da igreja universal e instância máxima em questão de fé e da unidade da igreja, inclusive e exige obediência de todos os membros da igreja inclusive do papa.
Para nós é importante, porém, não a ver apenas o conceito eclesiológico, mas também a imagem que se tinha da...
tracking img