Escrava isaura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (281 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
No conto de Bernardo Guimarães, ‘A escrava Isaura’, está presente as características do Romantismo em sua primeira fase. Destacando-se o nacionalismo, presente da coletânea detextos e documentos de caráter fundacional e que remetam para o nascimento de uma nação, fato atribuído à época medieval, a idealização do mundo e da mulher e a depressão por essamesma idealização não se materializar, assim como a fuga da realidade e o escapismo. A mulher era uma musa, ela era amada e desejada, mas não era tocada.
Na estética romântica,muitas vezes é difícil indicar a distinção entre o neoclassicismo e romantismo no âmbito das artes da imagem. O que os diferencia é uma questão de postura racional ou passional doartista perante a história e à realidade social e natural. O neoclassicismo do século XVIII, contemporâneo das primeiras manifestações românticas de poéticas do “sublime e do“pitoresco, adota como modelo as formas clássicas.
O romantismo caracteriza-se pela razão sendo substituída pela emoção e pelo sentimento, com um espírito que se baseia na descobertada subjetividade. Podemos dizer que a frase que diz respeito ao romantismo é: “É preciso liberar a emoção”. Em vez da serenidade, objetividade, ponderação, disciplina, temos aefusão violenta de efeitos e paixões, as dissonâncias, a desarmonia em vez de harmonia. Tudo leva a um subjetivismo radical: ímpeto irracional, selvagem. Daí a ênfase no noturno:doentio, mórbido. De modo geral, o olhar romântico busca, cada ser humano na paisagem social que o enforma e emoldura.
Características da estética romântica presentes em “A escravaIsaura”
• Liberdade é a palavra chave.
• Substituição de moldes clássicos pela liberdade criadora do sujeito.
• Interpretar a realidade a partir da emoção: sentimentalismo.
tracking img