Escola nova

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3910 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
AS APROPRIAÇÕES DA ESCOLA NOVA E A REPRESENTAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE EM AUTOBIOGRAFIAS DE PROFESSORAS (1920 - 1960). Wiara Rosa da Silva Faculdade de Educação da USP 3. Culturas e práticas escolares Apresenta-se, aqui, um estudo das apropriações das idéias da Escola Nova, que produziram representações do trabalho docente, as quais são objetos de disputas no campo educacional. Para tanto, após umapesquisa bibliográfica, foram selecionadas duas autobiografias de professoras paulistas escritas a respeito de um período que vai de 1920 1960: “Memórias de uma mestra-escola” (1985) de Felicidade Arroyo Nucci e “Uma vida no magistério” (1962) de Botyra Camorim. 1 O período citado caracteriza-se pela implantação e organização dos sistemas públicos de educação, bem como pela afirmação das ciênciasda educação no contexto do movimento da Escola Nova. A delimitação da primeira data -1920 - corresponde à época em que as professoras relatam que começaram a ter contato com as idéias da Escola Nova. A data final -1960 – refere-se ao tempo em que umas professoras já tinham escrito suas memórias e outras estavam escrevendo. Após a leitura de diversos romances autobiográficos foram-se configurandovárias questões que se tornaram objeto de inquietação. Dentre estas, as vastas descrições a respeito de saberes e práticas desenvolvidas em sala de aula. E, é após essa constatação que se vai constituindo o interesse em investigar, por meio de dois romances autobiográficos escritos por professoras sobre a primeira metade do XX, como as professoras – autoras das autobiografias se apropriam dasidéias da Escola Nova e como tais apropriações estão relacionadas à construção de representações de seus trabalhos que as faziam revelar ou camuflar os seus saberes e as suas práticas nas autobiografias. Nesse sentido, o conceito de apropriação, tomado como Chartier o concebe (1990), diz respeito a uma história social das interpretações, remetidas para as suas determinações fundamentais (que sãosociais, institucionais, culturais) e inscritas nas práticas específicas que as produzem (p. 26). Portanto, ao investigar as condições e os processos com os quais se constrói o sentido, nega-se a noção da influência. Quer dizer, não se pretende operacionalizar com a concepção de que as idéias da Escola Nova influenciaram as
1

Vale ressaltar que as considerações feitas neste trabalho são fruto dasprimeiras reflexões na tentativa de interpretação das fontes selecionadas.

1

professoras - autoras nas escolhas de suas práticas ou determinaram o seu agir no cotidiano escolar. Ao contrário, a interpretação dessas fontes leva em consideração que “as práticas de apropriação são histórica e socialmente variáveis” (p. 25). As professoras - autoras são compreendidas como produtoras de sentidossingulares que se traduzem em atos e práticas (representação). Assim, as autobiografias serão fonte e objeto deste estudo e, portanto, haverá questões com as quais o desenvolvimento do estudo deverá se defrontar: a) o estatuto informativo e indiciário das fontes autobiográficas para o estudo da história da educação; b) as condições de produção e incorporação das informações advindas destas fontespara a interpretação; c) a relação História, narrado e vivido; e d) a relação memória e história.

CONDIÇÕES DE PRODUÇÃO DO DISCURSO AUTOBIOGRÁFICO Investigar as condições de produção do discurso autobiográfico é compreender que a verdade do personagem, como afirma Candido (1992), só adquiri significado no contexto. Bakhtin (1993), também ressalta a importância do caminho entre texto e contextopara o estudo do gênero romance. A autora de “Memórias de uma mestra-escola”, Felicidade Arroyo Nucci, nasceu no Interior de São Paulo em 1914 numa família que a incentivava a ser professora e, é aos parentes que, primeiramente, dedica as suas memórias não explicitando se escritas por solicitação de alguém. Quando resolveu escrever sobre sua vida de professora e diretora em escolas na capital e...
tracking img