Escada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4289 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Industrialização da construção no Centro de Tecnologia da Rede Sarah (CTRS)
A construção dos hospitais da Rede Sarah: uma tecnologia diferenciada através do Centro de Tecnologia da Rede Sarah – CTRS
Marieli Azoia Lukiantchuki , Michele Caroline Bueno Ferrari Caixeta, Márcio Minto Fabricio e Rosana Caram Hospitais da Rede Sarah [Reprodução do acervo do CTRS]

sinopsesportuguês
O trabalhoestuda a produção no Centro de Tecnologia da Rede Sarah Kubitschek – CTRS, por ser uma referência brasileira de industrialização fechada de edifícios de saúde


como citarLUKIANTCHUKI , Marieli Azoia; CAIXETA, Michele Caroline Bueno Ferrari; FABRICIO, Márcio Minto; CARAM, Rosana. Industrialização da construção no Centro de Tecnologia da Rede Sarah (CTRS). A construção dos hospitais da Rede Sarah:uma tecnologia diferenciada através do Centro de Tecnologia da Rede Sarah – CTRS. Arquitextos, São Paulo, 12.134, Vitruvius, jul 2011 .



A fábrica e o arquiteto João Filgueiras Lima

João Filgueiras Lima, conhecido popularmente como Lelé, formou-se em Arquitetura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1956. O primeiro momento de sua trajetória profissional foi entre os anos de1957 a 1965, coincidindo com a época em que surgiu o plano de Brasília. Recém-formado, aos 25 anos Lelé vai para Brasília trabalhar sendo responsável pela construção da superquadra 108 Sul. Um grave problema enfrentado na construção da nova capital brasileira foi o tempo. Brasília precisava ser construída antes do término do mandato de Juscelino Kubitschek, ou seja, em um período de cinco anos.Diante desse fato, foi necessária a introdução de métodos racionalizados que se apresentavam como a maneira mais adequada para seguir o ritmo acelerado da construção da nova capital (1).

A construção industrializada nesta época estava mais difundida no Leste Europeu. Diante disso, em 1963, a Universidade de Brasília, sob o intermédio de Darcy Ribeiro, patrocinou uma viagem a Europa para Leléverificar os sistemas construtivos e, com isso, adquirir conhecimento necessário à implantação de uma fábrica de pré-fabricados do CEPLAN (Centro de Planejamento da UnB). As técnicas da pré-fabricação indicavam um novo caminho para a arquitetura, e essa viagem teve uma grande importância para que ele pesquisasse o que os estrangeiros estavam realizando com relação à pré-fabricação. No entanto, a produçãodesenvolvida pelos países visitados por Lelé não poderiam ser integralmente aplicados a nossa cultura. Essa tecnologia deveria ser convertida para a realidade brasileira, englobando desde a organização física-espacial até a execução e a montagem dos elementos pré-fabricados (2).

A construção da nova capital representou para Lelé o seu ponto de partida, incorporando os conceitos depré-fabricação que orientaram os seus futuros projetos. A experiência de Brasília foi, sem dúvida, o grande acontecimento que despertou o seu interesse em realizar pesquisas no campo da industrialização e pré-fabricação, configurando-se como um momento decisivo que até hoje responde pelas gradativas transformações da sua produção (3).

Em 1963, o arquiteto e sua esposa Alda Rabello Cunha, sofreram um acidenteautomobilístico, ficando dois meses internados no hospital de Brasília. Isso possibilitou o convívio e a amizade entre Lelé e o médico Aloysio Campos da Paz Junior, que havia voltado da Inglaterra e dirigia o serviço de ortopedia do hospital. Aloysio tem uma visão de que o mais importante em um hospital é o ser humano, e a partir dessa visão humanista se estabeleceu uma identidade entre os dois.Identidade que mais tarde se tornou profissional, transformando-se em parceria na criação da Rede Sarah (4).

A rede Sarah foi criada em 1976, com o nome de Subsistema de Saúde na Área do Aparelho Locomotor, a partir de um documento elaborado por Lelé, pelo médico Aloysio Campos da Paz Junior e pelo economista e engenheiro Eduardo Kertész, cuja proposta foi amadurecida ao longo de treze anos...
tracking img