Ergonomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1037 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Usabilidade é um termo usado para definir a facilidade com que as pessoas podem empregar uma ferramenta ou objeto a fim de realizar uma tarefa específica e importante. A usabilidade pode também se referir aos métodos de mensuração da usabilidade e ao estudo dos princípios por trás da eficiência percebida de um objeto.

É a qualidade que caracteriza o uso de um sistema interativo

WalterCybis
Consultor em engenharia de usabilidade na cidade na cidade de Montreal, Canadá.

Segundo a norma ISO-9241
É a capacidade que um sistema interativo oferece ao usuário em determinado contexto de operação, para realização de tarefas de maneira eficaz, eficiente e agradável.

Benefícios:
• Aumento na produtividade;
• Aumento no número de vendas;
• Diminuição do tempo detreinamento e estrutura de suporte;
• Melhor imagem no mercado.

Carga mental de trabalho é um conceito psicológico caracterizado habitualmente
na chamada Psicologia do Trabalho.

Assim se vê que ao nos referirmos a Carga Mental estamos nos referindo aquela
Carga de Trabalho relacionada a aspectos psíquicos e cognitivos da mesma.
3.2 O Conceito de Carga de Trabalho na ErgonomiaOriginalmente surgido nos estudos de psicologia do trabalho (Leplat, 1983), o
conceito de carga de trabalho é retomado e desenvolvido pela ergonomia
francofônica, através de um de seus principais representantes, Alan Wisner, um dos
principais autores da ergonomia.
As Cargas de Trabalho estão relacionadas entre as categorias definidas para
estudar e avaliar o impacto produzido pelos elementosconstitutivos do processo de
trabalho – tanto do objeto e da tecnologia, como de sua organização e divisão –
sobre a saúde física e mental dos trabalhadores.
Assim para Leplat, “A noção de carga de trabalho será, pois, sempre relativa à
interação entre o um sujeito e as exigências de determinado meio.” (Leplat, 1983, p.
180) . Para Laurrel e Noriega:
“O conceito de carga de trabalho possibilita umaanálise do processo de
trabalho de que extrai e sintetiza os elementos que determinam de modo
importante o nexo biopsíquico da coletividade operária e conferem a esta
um modo específico de andar a vida‘.” (LAURELL e NORIEGA, 1989,
p.110).
Estes dois conceitos ressaltam a importância conceitual da carga de trabalho no
sentido de avaliar a usura relacionada à participação em um determinadoprocesso
de trabalho. Wisner argumenta que:
“Toda a atividade, inclusive o trabalho, tem pelo menos três aspectos:
físico, cognitivo e psíquico. Cada um deles pode determinar uma
sobrecarga. Eles estão inter-relacionados e são bastante freqüentes,
embora isso não seja necessário, que uma forte sobrecarga de um dos
aspectos seja acompanhada de uma carga bastante alta nos dois outros
domínios”.(Wisner 1997, p.13)
Efetivamente, a partir de Wisner começa-se a diferenciar os aspectos físicos e
mentais da carga de trabalho. Seligmann-Silva segue esta tendência e define: “carga
de trabalho representa o conjunto de esforços desenvolvidos para tender as
exigências das tarefas. Esse conceito abrange os esforços físicos, os cognitivos e os
psicoafetivos (emocionais)”, (Seligmann-Silva,1994, p.58).
Para Greco:
“As cargas de trabalho são definidas como exigências ou demandas
psicobiológicas do processo de trabalho, gerando ao longo do tempo as
particularidades do desgaste do trabalhador. Em outras palavras, as cargas
são mediações entre o processo de trabalho e o desgaste psicobiológico.”
(GRECO, OLIVEIRA e GOMES 1996, p.61)
Este conceito de Greco é interessante, pois associade maneira clara o conceito
de carga de trabalho com o desgaste psicobiológico por ele produzido.
Finalmente Moura define carga da seguinte maneira:
“A partir de Laville, Kalsbeek e Leplat, pode-se afirmar que carga de
trabalho é a relação entre constrangimentos impostos pela tarefa, pela
interface, pelos instrumentos e pelo ambiente (carga funcional), em
conjugação com as atividades...
tracking img