Equoterapia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6417 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ARTIGO ORIGINAL

Organização do trabalho e perfil dos profissionais do Programa Saúde da Família: um desafio na reestruturação da atenção básica em saúde
Work Organization and Professional Profile of the Family Health Program: a Challenge in the Health Basic Attention Restructuring

Rosângela Minardi Mitre Cotta Departamento de Nutrição e Saúde, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG MárciaSchott Departamento de Nutrição e Saúde, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG Catarina Machado Azeredo Departamento de Nutrição e Saúde, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG – graduanda, bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, do Ministério da Ciência e Tecnologia

Sylvia do Carmo CastroFranceschini Departamento de Nutrição e Saúde, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG Sílvia Eloísa Priore Departamento de Nutrição e Saúde, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG Glauce Dias Departamento de Nutrição e Saúde, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG

Resumo
Este estudo tem por objetivo delinear o perfil dos profissionais e a organização do trabalho no cotidiano do Programa Saúdeda Família mediante pesquisa quali-quantitativa, com aplicação de questionário semi-estruturado, dirigida aos profissionais das equipes de saúde da família do Município de Teixeiras, no Estado de Minas Gerais, Brasil. A maior parte dos agentes comunitários de saúde (ACS) conta com 2o grau de escolaridade completo (55,6%); apenas os ACS receberam algum tipo de treinamento. A remuneração foiconsiderada razoável por médicos (66,7%), enfermeiros (66,7%) e ACS (39%); e baixa, pela maioria dos auxiliares de enfermagem (66,7%). O transporte foi a principal dificuldade relatada para a realização do trabalho. Essa pesquisa permite apontar as questões referentes à organização do trabalho e qualificação profissional das ESF como obstáculos reais para uma implantação mais adequada dessa estratégia,segundo seus princípios norteadores, que tem o coletivo e a família como focos de atenção. Palavras-chave: recursos humanos em saúde; capacitação em serviço; atenção primária à saúde; saúde da família.

Summary
This study aims to trace the professionals profile and the work organization in the quotidian of the Family Health Program (PSF) through a quali-quantitative research with application ofsemi-structured questionnaires directed to professionals of the family health team from the Municipality of Teixeiras, Minas Gerais State, Brazil. Most of communitarian health agents (ACS) showed complete high school level (55.6%), and only ACS received some kind of training. The wage was considered reasonable by doctors (66.7%), nurses (66.76%), ACS (39.0%), however it was low by most of nursingassistants (66.7%). Transportation was mentioned as main difficulty to realize the work. This research let us point out questions referring to work organization and professional qualification of ACS, as real obstacle to a more adequate implantation of this strategy according to their orientated principles, which have community and family as focus of attention. Key words: health manpower; inservicetraining; primary health care; family health.

Endereço para correspondência: Departamento de Nutrição e Saúde, Universidade Federal de Viçosa, Avenida PH Rolfs, S/N, Campus Universitário, Viçosa-MG. CEP: 36570-000 E-mail: rmmitre@ufv.br

[Epidemiologia e Serviços de Saúde 2006; 15(3) : 7 - 18]

7

Organização do trabalho e perfil dos profissionais do Programa Saúde da Família

Introdução OPrograma Saúde da Família (PSF) vem sendo implantado em todo o Brasil como uma importante estratégia para a reordenação da atenção à saúde, conforme preconizam os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS). O PSF prioriza as ações de promoção, proteção e recuperação da saúde de indivíduos e famílias, de forma integral e continuada.1 Os profissionais da atenção básica devem ser capazes...
tracking img