Epistemologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7093 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O processo de conhecimento


O desejo de conhecer o mundo, as coisas, o homem, faz com que paremos para refletir sobre o significado da palavra conhecimento, costumeiramente usada por todos nós no cotidiano. Embora a palavra seja de uso comum, o seu significado deve ser amplamente discutido e aprofundado se pretendermos contribuir para o desenvolvimento da psicologia como ciência e comoprofissão.

Embora, indistintamente a palavra tenha sido usada para fenômenos das mais diversas procedências, como por exemplo, o “conhecimento” que o cachorro tem em relação ao seu dono que lhe dá o alimento, ou o “conhecimento” que o lavrador tem a respeito das coisas do campo, nos interessa, particularmente, discutir sobre como se dá o processo pelo qual o homem é capaz de conhecer, processoeste que o distingue das outras espécies, e que lhe permite atingir a condição de ser humano.

Quando falamos de conhecimento, estamos fundamentalmente nos referindo à relação entre um sujeito , chamado de cognoscente (que conhece) e um objeto, chamado de cognoscível (que é conhecido). Trata-se portanto de uma relação onde o sujeito vai apreender o objeto e o objeto será apreendido pelosujeito. Por exemplo, na ciência, existe o sujeito (cientista) que vai apreender as propriedades do seu objeto de estudo.

Desde a Grécia antiga, a relação sujeito-objeto tem sido alvo de reflexão por parte de filósofos preocupados com essa questão, cuja temática tem suscitado muita polêmica até os nossos dias.

Por essa razão, observamos a falta de consenso sobre o processo inserido na relaçãosujeito-objeto. Ao contrário, encontramos diversas concepções que procuram explicá-la, e que constitui matéria prima de várias obras filosóficas. Dentre as várias concepções existentes, podemos grosseiramente destacar três: a) Idealista, b) mecanicista; c) dialética.

Na concepção idealista, a relação sujeito-objeto é esquematizada da seguinte maneira: S (O, isto é, considera-se que o sujeito éo elemento central do conhecimento. Ele é ativo e determinante da relação. Neste caso, o conhecimento recai sobre o subjetivo. Em outras palavras, entende-se que um objeto conhecido, só o é verdadeiramente, enquanto representação mental daquele sujeito que o conhece. O objeto só existe enquanto “objeto pensado”, enquanto “idéia” do sujeito.
Na concepção mecanicista, a relação sujeito-objeto éesquematizada da seguinte maneira: S(O, isto é, considera-se que o objeto é o elemento central do conhecimento. O sujeito neste caso é passivo e meramente receptor de imagens sensoriais, ao passo que o objeto será o elemento determinante da imagem sensorial do sujeito. Trata-se de uma concepção que não admite o subjetivo. Tal concepção admite a representação fiel do objeto na idéia, como sendopossível. Em outras palavras, o conhecimento neste caso é uma “cópia” da realidade, o que em última instância representa uma inversão da concepção idealista, como se coubesse ao homem apenas “perceber sensorialmente” as imagens do mundo externo, sem influenciá-lo.

A concepção dialética encara a relação sujeito-objeto enquanto processo que pode ser esquematizado da seguinte maneira: S ( O. Nestecaso, o sujeito e o objeto existem independentemente um do outro, mas interagem entre si, isto é, o sujeito e o objeto ao entrarem em relação, passam a exercer influência mútua. Esta concepção incorpora as duas anteriores, mas ao mesmo tempo é diferente de ambas, já que as supera qualitativamente na compreensão do real. Em outras palavras, esta concepção considera sujeito e objeto comorealidades objetivas, porém, admite que tal relação implica numa influência mútua, transformando-os. Desta forma, entende-se que o conhecimento da realidade (considerando o próprio sujeito como parte da realidade) se dá no momento em que o homem age sobre ela e a transforma; sendo esse processo de transformação do real, o momento da apreensão subjetiva-objetiva da realidade (objetiva) que está sendo...
tracking img