Epistemologia.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3663 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Marilena Chauí e Ana Bock

PROBLEMATIZAÇÕES A RESPEITO DO CONCEITO DE CIÊNCIA

A atitude científica x senso comum
 “O sol é menor do que a Terra.”

“O sol se move em torno da Terra.” “As cores existem em si mesmas.” “Cada gênero de animal já surgiu tal como os conhecemos.” São certezas como essas que formam a vida e o senso comum de nossa sociedade.
 Apesar disso, há uma grandediferença entre nossas

certezas cotidianas e o conhecimento científico.

Características do senso comum (BOCK,2001)
 Quando fazemos ciência, baseamo-nos na realidade cotidiana

e pensamos sobre ela. Nos afastamos dela para refletir e conhecer além de suas aparências.
 Mas, mesmo um dos mais especializados cientistas, quando sai

de seu laboratório, de sua área, está submetido à dinâmica docotidiano, que “cria” suas próprias teorias a partir das teorias científicas.
 Uma dona de casa, por exemplo, usa a garrafa térmica para

manter o café quente e sabe por quanto tempo ele ficará razoavelmente quente, sem fazer cálculo algum.

 Esse tipo de conhecimento que vamos acumulando no nosso

cotidiano é chamado de senso comum.
 O senso comum, na produção do conhecimento usadopela

sociedade em geral, percorre um caminho que vai do hábito até a tradição. Ao ser estabelecida tal tradição, passa de geração em geração.
 O senso comum mistura outros saberes – especializados – e os

reduz a uma espécie de teoria simplificada, produzindo o que chamamos de visão de mundo.

Características gerais (CHAUÍ,2005)
 O senso comum é subjetivo. Exprime opiniões esentimentos individuais ou grupais, variando de pessoa para pessoa/ grupo para grupo.
 Por ser subjetivo, leva uma avaliação qualitativa das coisas

conforme os efeitos de produzem em nós (frio, pequeno, azedo, pesado, etc ).
 As características agrupam-se conforme as coisas e os fatos

que nos pareçam semelhantes ou diferentes (ex: corpo cai e pena flutua).

 São individualizantes. Cada fatonos aparece como algo

distinto de outros. Ex: pedra é rugosa, algodão é suave.
 Mas também são generalizantes. Tendem a reunir numa só

opinião ou idéia coisas e fatos julgados semelhantes.
 Por causa das generalizações, tendem a estabelecer relações

de causa e conseqüência entre as coisas e os fatos. Ex: “onde há fumaça, há fogo”.

 Não se surpreendem com a regularidade dos fatos.Ficam

admirados com o extraordinário.
 Por esse mesmo motivo. Tendem a ver a investigação científica

como algo mágico, já que lida com algo misterioso, incompreensível.
 Costumam projetar nas coisas ou no mundo sentimentos de

angústia e de medo diante do desconhecido.
 Por todas essas reações diante da ciência, o senso comum está

normalmente envolto de preconceitos.

Psicologiado Senso comum. (BOCK,2001)
 Usamos termos da Psicologia, no nosso cotidiano, com

vários sentidos.  “Rapaz complexado”  “Menina histérica”  “Você está neurótico”

 Ex: poder de persuasão do vendedor, amigo que ouve

nossos problemas, poder de sedução da namorada, pais que educam seus filhos etc cotidianos de um ponto de vista psicológico.

 Permite-lhes explicar ou compreenderseus problemas

A atitude científica (BOCK,2001)
 O homem, desde tempos antigos, desenvolvia seu

conhecimento para dominar e entender a natureza. Os conhecimentos mais comuns precisavam se desenvolver para facilitar o cotidiano, por uma questão de sobrevivência. especializando até atingir o nível de sofisticação (que, por exemplo, permitiu o homem chegar à lua). determinado objeto de estudo,expresso por meio de uma linguagem precisa e rigorosa.

 Com o tempo, seus conhecimentos já existentes foram se

 A ciência é um conjunto destes conhecimentos sobre um

 Os conhecimentos devem ser obtidos de maneira programada,

sistemática e controlada, para que se possa determinar a sua validade. Essas características possibilitam sua continuidade: um novo conhecimento é produzido...
tracking img