Epi e epc - eletricista de distribuição

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1324 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ANEXO 1 ATERRAMENTO
ESCOLAS

Realização:
fdte@fdte.org.br

ÍNDICE
1. Introdução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3 2. Objetivos do aterramento. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4 3. Sistemas de aterramento. . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3.1 Procedimentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3.1.1 Como cravar a haste: . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3.1.2 Como colocar a caixa de inspeção de terra .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3.1.3 Como conectar o cabo a haste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3.1.4 Interligação com o sistema elétrico. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5 6 6 6 7 8

4. Procedimentos para medição do terra. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . 10 5. Procedimentos para correção da resistência de aterramento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12 5.1 Características do Tratamento Químico do Solo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12 5.2 Aplicação do Tratamento Químico no solo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12 6. Conclusão: . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14 7. Bibliografia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15

2

1. INTRODUÇÃO
Aterramento significa acoplamento permanente de partes metálicas com o propósito de formar um caminho condutor de eletricidade tanto quantoassegurar continuidade elétrica e capacitar uma condução segura qualquer que seja o tipo de corrente. Para que um Sistema de Energia Elétrica opere corretamente, com uma adequada continuidade de serviço, com um desempenho seguro do sistema de proteção e, mais ainda, para garantir os limites (níveis) de segurança pessoal, é fundamental que o quesito Aterramento mereça um cuidado especial. Esse cuidadodeve ser traduzido na elaboração de projetos específicos, nos quais, com base em dados disponíveis e parâmetros pré-fixados, sejam consideradas todas as possíveis condições a que o sistema possa ser submetido.

Aterramento, é a arte de se fazer uma conexão com toda a terra. A conexão terra é na realidade a interface entre o sistema de aterramento e toda a terra, e é por esta interface que éfeito o contato elétrico entre ambos (“terra” e sistema de aterramento). Através desta interface passarão os eventos elétricos para o mencionado sistema. Estes eventos elétricos incluem energia (surtos e transientes) e a energia proveniente das descargas atmosféricas. O aterramento é obrigatório e a baixa qualidade ou a falta do mesmo invariavelmente provoca queima de equipamentos. Suascaracterísticas e eficácia devem satisfazer às prescrições de segurança das pessoas e funcionais da instalação. O valor da resistência deve atender as condições de proteção e de funcionamento da instalação elétrica. Conforme orientação da ABNT a resistência deve atingir no máximo 10 Ohms, quando equalizado com o sistema de pára-raios ou no máximo 25 Ohms quando o sistema de pára-raios não existir na instalação.3

2. OBJETIVOS DO ATERRAMENTO
• Obter uma resistência de aterramento a mais baixa possível, para correntes de falta à terra; • Manter os potenciais produzidos pelas correntes de falta dentro de limites de segurança de modo a não causar fibrilação do coração humano; • Fazer que os equipamentos de proteção sejam mais sensibilizados e isolem rapidamente as falhas à terra; • Proporcionar um...
tracking img