Envelhecimento e sociedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 38 (9257 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 – INTRODUÇÃO

O envelhecimento da população mundial, e o aumento da expectativa de vida, fruto dos avanços tecnológicos na área da saúde e pelas baixas taxas de natalidade nos traz vários questionamentos. Dentre eles: como proporcionar um ambiente favorável para um envelhecimento saudável? É possível que o Idoso moderno possa ser um indivíduo sadio do ponto de vista biológico,psicológico, motor e social?
O envelhecimento é, sem dúvida, um processo biológico cujas alterações determinam mudanças estruturais no corpo e, em decorrência, modificam suas funções. Porém, se envelhecer é inerente a todo ser vivo, no caso do homem, esse processo assume dimensões que ultrapassam o simples ciclo biológico, pois pode acarretar conseqüências sociais e psicológicas, conforme afirmaOkuma (1998), podendo ser desencadeado por uma série de fatores como estilo de vida, genética, doenças crônicas entre outros (MAZZEO et al, 1998 citado por PASSOS e OLIVEIRA, 2001).
Com aumento dos óbitos causados por doenças crônico-degenerativas e causas externas,as doenças cardiovasculares são as causas mais comuns de morbidade e mortalidade em todo o mundo, entre os fatores de risco para doençacardiovascular, encontra-se a hipertensão arterial.
Estima-se que a hipertensão arterial atinja aproximadamente 22% da população brasileira acima de vinte anos, sendo responsável por 80% dos casos de acidente cérebro vascular, 60% dos casos de infarto agudo do miocárdio e 40% das aposentadorias precoces, além de significar um custo de 475 milhões de reais gastos com 1,1 milhão deinternações por ano (ZAITUNE et al, 2006).
A hipertensão arterial, quando não controlada, pode causar uma série de outras complicações, como hipertrofia ventricular e infarto do miocárdio. Ela sofre influência multifatorial, com destaque para o estilo de vida. Os indivíduos com hipertensão arterial devem adotar um estilo de vida saudável e diante dessas conclusões, é cada vez mais freqüente o interesse peloassunto e a produção de pesquisas sobre qualidade de vida (JANSSEN et al. 2002; ROSS et al., 2000). Assim, a expressão qualidade de vida pode indicar diferentes aspectos do cotidiano do indivíduo ou de grupos específicos. (JANSSEN et al. 2002; ROSS et al., 2000).
O objetivo deste trabalho monográfico é investigar se a caminhada pode ser agente de prevenção, manutenção e tratamento dahipertensão arterial, Tendo influencia na qualidade de vida de idosos hipertensos.
É certo que não se pode evitar o envelhecimento. Mas com a prática continua de atividade física o idoso melhorar sua qualidade de vida, adquirindo um melhor estado de animo e de saúde. Em relação a sua motricidade o idoso estimula seus reflexos, previne a redução da mobilidade articular e diminui a perda de massacorporal magra. Além disso, seus relacionamentos e as comunicações serão feitos com um grupo de pessoas de estilos de vida parecidos e ou comuns com isto a sensação de solidão e de abandono será menor (GAZONI et al, 2005).
No dizer de Vecchia et al, (2005), o conceito de qualidade de vida está relacionado à auto-estima e ao bem-estar pessoal e abrange uma série de aspectos como a capacidade funcional,o nível socioeconômico, o estado emocional, a interação social, a atividade intelectual, o auto-cuidado, o suporte familiar, o próprio estado de saúde, os valores culturais, éticos e a religiosidade, o estilo de vida, a satisfação com o emprego e ou com atividades diárias e o ambiente em que se vive. Neste sentido, Corazza (2001), acrescenta que:

A atividade físicaproporciona à terceira idade os seguintes benefícios: Obtenção de saúde, domínio corporal, aumento da mobilidade, cura contra a depressão, uma respiração saudável, vitalidade, autoconfiança, reações positivas, tensão e ansiedades reduzidas, emagrece, previne doenças (cardiorespiratorias, hipertensão, diabetes e outras), promove a socialização e melhora a capacidade funcional (CORAZZA, 2001:26)....
tracking img