Ensaios mecanicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1375 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Quais as finalidades dos ensaios mecânicos dos materiais?
Para que o projetista possa prever o comportamento do material em condições de trabalho é imprescindível o conhecimento das características, propriedade e comportamento dos materiais diante de suas solicitações. Estes são determinados através de ensaios mecânicos, que por sua vez são realizados sob condições específicas, definidas pornormas internacionais. No Brasil estas normas são editadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).
2. Quais as vantagens da normalização dos ensaios?
A normalização é fundamental para que se estabeleça uma linguagem comum entre fornecedores e usuários dos materiais em todo o mundo. Os ensaios mecânicos são procedimentos padronizados que compreendem testes, cálculos e gráficos,tudo em conformidade com normas técnicas específicas, que podem ser realizados tanto pelo fornecedor quanto pelo usuário.
No Brasil, a norma que padroniza os corpos de prova é a MB-4 da ABNT, garantindo formatos e dimensões para cada tipo de teste, visando uma futura utilização dos resultados obtidos. A padronização no ensaio de compressão também tem como objetivo evitar a falha do materialpor alguns processos, como a flambagem, a instabilidade e o cisalhamento.
3. A relação D/H dos dois corpos de prova.
A relação D/H varia de acordo com as características do material. Em geral, para materiais dúcteis temos que a altura da amostra pode ser de três a oito vezes maior que o valor do seu diâmetro. E para materiais frágeis a altura da amostra passa a ser de duas a três vezes maiorque o valor do seu diâmetro. A figura abaixo ilustra os possíveis modos de deformação no teste de compressão, a saber:

Flambagem, quando o comprimento é maior que o diâmetro em cinco vezes (L/D > 5); Cisalhamento, quando o comprimento é maior que o diâmetro em duas vezes e meia (L/D > 2.5); Barril duplo, quando o comprimento é maior que o diâmetro em duas vezes (L/D > 2.0); Barril,quando o comprimento é maior que o diâmetro em duas vezes (L/D > 2.0) e há fricção nas superfícies de contato; Compressão homogênea, quando o comprimento é maior que o diâmetro em duas vezes (L/D < 2.0) e não existe fricção nas superfícies de contato; Instabilidade compressiva devido ao amolecimento do material por efeito de carga.
Em geral procura-se um modo de deformação próximo ao ideal, ouseja, sem fricção. Porém, na prática, o atrito sempre estará presente. Neste caso a ocorrência do efeito barril deve ser esperada para materiais dúcteis. A flambagem, o cisalhamento e a instabilidade devem ser evitados. Na verdade os fatores atrito e relação L/D atuam conjuntamente, tanto no modo como nos valores da deformação.
4. Uma tabela com as tensões e deformações dos dois corpos de provaCorpo de Prova 1 | | | | |
H inicial (mm) | 40 | | | |
Diametro (mm) | 20 | | | |
Área (m²) | 314,15 | | | |
| | | | |
Força (N) | H final (mm) | Tensão (GPa) | Deformação | E (MPa) |
0 | 40 | 0,00000 | 0,00000 |   |
235.619,45000 | 39,80000 | 0,75002 | 0,00500 | 150,00442 |
471.238,90000 | 39,60000 | 1,50004 | 0,01000 | 150,00442 |
942.477,80000 | 39,20000 |3,00009 | 0,02000 | 150,00442 |
1.413.716,69000 | 38,80000 | 4,50013 | 0,03000 | 150,00442 |
1.476.548,55000 | 38,40000 | 4,70014 | 0,04000 | 117,50347 |
1.507.964,47000 | 38,00000 | 4,80014 | 0,05000 | 96,00283 |
1.539.380,40000 | 36,00000 | 4,90014 | 0,10000 | 49,00145 |
1.570.796,33000 | 34,00000 | 5,00015 | 0,15000 | 33,33432 |
1.592.787,48000 | 32,00000 | 5,07015 | 0,20000 |25,35075 |
1.602.212,25000 | 30,00000 | 5,10015 | 0,25000 | 20,40060 |
1.617.920,22000 | 28,00000 | 5,15015 | 0,30000 | 17,16717 |
1.649.336,14000 | 26,00000 | 5,25015 | 0,35000 | 15,00044 |
1.696.460,03000 | 24,00000 | 5,40016 | 0,40000 | 13,50040 |
1.759.291,89000 | 22,00000 | 5,60017 | 0,45000 | 12,44481 |
1.884.955,59000 | 20,00000 | 6,00018 | 0,50000 | 12,00035 |

Corpo de Prova 2...
tracking img