Ensaio - a psicologia e a ética no cenário pós-moderno

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2061 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
União Metropolitana de Educação e Cultura
Faculdade de Ciências Agrárias e da Saúde
Curso: Psicologia
Disciplina: Ética E Profissão
Docente: Prof.ª Sônia Amorim
Discente: Suzane de Jesus Cerqueira Cruz
Data: 16/06/2012

AVALIAÇÃO Parcial – 2º Bimestre

A Psicologia e a Ética no cenário pós-moderno

“A humanidade ainda está em construção e
já nos aproximamos da pós-modernidade.
A aventura é maisdo que nunca desconhecida”
(Morin, 2001/2002, p. 259).

O mundo muda o tempo todo e tal mudança ocorre de forma rápida e repentina. Isso ocorre por causa da sociedade que vive nele, que está sempre em busca de alimentar o próprio interesse a partir da divulgação das suas necessidades. Tudo isso ocorre de forma bastante sútil, na maiorira das vezes isso ocorre sem percepção. A fim de divulgarsuas necessidades e a maneira que isso precisa acontercer, a sociedade acaba por acelerar ainda mais o mundo, criando com o mesmo uma relação recíproca, um interfere no outro e vice-versa.
A Psicologia e a Ética precisam atuar nos sujeito que já nasceram sob os efeitos da globalização, no qual todos são interconectados (cada um vive em um lugar específico mas virtualmente é próximo da outrapessoa, ainda que fisicamente não seja). É importante também saleientar que no cenário pós-moderno não há valores fixos e toda identidade é fragmentada. O poder é exercido sem fronteiras pelas sociedade, e nada é realmente previsível.

Como já foi dito, o mundo está sujeito à mudanças e elas são percebidas até em um curto espaço de tempo como por exemplo, mesmo diante de tantas diferenças entre osdias de hoje e o período da modernidade, não se pode crer que as subjetividades engendradas antes das Grandes Guerras permaneçam as mesmas até o agora. Deste modo é sob esse cenário que este ensaio pretende traçar uma reflexão acerca das relações existentes entre a Psicologia, a Ética e o cenário pós moderno, buscando compreender também o homem e seu tempo, neste caso a relação entre o sujeito e acontemoraneidade.
Enfim, é fundamental estudar o homem em seu âmbito social e histórico para a Psicologia. Para tanto, é necessário fazer uma breve análise do cenário pós-moderno, a fim de compreender o indivíduo contemporâneo. Mas, o que é pós-modernidade? De que maneira o cenário vivenciado pelo indivíduo pode influenciar em sua identidade? Essas e outras questões serão discutidas e analisadasao decorrer desse ensaio.

Segundo Eagleton (1998),

“Pós-modernidade é uma linha de pensamento que questiona as noções clássicas de verdade, razão, identidade e objetividade, a idéia de progresso ou emancipação universal, os sistemas únicos, as grandes narrativas ou os fundamentos definitivos de explicação. (...) vê o mundo como contingente, gratuito, diverso, instável, imprevisível, umconjunto de culturas ou interpretações desunificadas gerando um certo grau de ceticismo em relação à objetividade da verdade, da história e das normas, em relação às idiossincrasias e à coerência de identidades”.

Para muitos autores, o período atual é marcado por fenômenos que representam uma divisão com a Modernidade. Esse período é chamdo de Pós-Modernidade e está caracterizado por transformaçõesexpressivas vividas e provocadas pelo sujeito. Essas transformações são visivéis e podem acarretar em muitas outras. Segundo alguns autores, a Pós-Modernidade surgiu com a desconstrução de princípios, conceitos e sistemas construídos na modernidade, desfazendo todas as amarras da rigidez que foi imposta ao homem moderno. Sendo assim, os três valores supremos, o Fim, representado por Deus, aUnidade, simbolizada pelo conhecimento científico e a Verdade, como os conceitos universais e eternos, já estudados por Nietzsche no fim do século XIX, entraram em decadência acelerada na Pós-Modernidade.
Por conta disso, para a maioria dos autores, a Pós-Modernidade é traçada como a época das incertezas, das fragmentações, da troca de valores, do vazio, do niilismo, da deserção, do imediatismo, da...
tracking img